segunda-feira, 24 de fevereiro de 2020

Francesco Fortunato e Valentina Trapletti conquistam títulos italianos de pista coberta

Francesco Fortunato e Valentina Trapletti.
Fotos: FIDAL COLOMBO/FIDAL
Montagem: O Marchador
Tiveram lugar este fim-de-semana na cidade de Ancona os 50.os campeonatos italianos de pista coberta com a realização das provas de marcha nas habituais distâncias de 5.000 metros masculinos e de 3.000 metros femininos, sendo notadas algumas ausências de especialistas transalpinos de topo.

Na prova masculina, que contou com a participação de 8 atletas, sagrou-se campeão pelo terceiro ano consecutivo Francesco Fortunato, com o tempo de 18:50.22 (passagens: 1.000m:3.53.2; 2.000m: 7.42.3; 3.000m:11.29.5; 4.000m:15.13.0) e uma vantagem muito considerável para o segundo classificado, Leonardo Dei Tos que fez 19:44.62. O terceiro lugar do pódio foi ocupado por Aldo Andrei, com 20:46.90.

De notar, ainda na prova masculina, a façanha do jovem Nicola Lomuscio, de apenas 16 anos, que estabeleceu um novo recorde de Itália na categoria Sub-18 ao ser quarto classificado com a marca de 20:54.38 que durava há já longos 35 anos e pertencia a Giovanni De Benedictis desde 1985 quando fixou o recorde, agora batido, em 20:57.92.

Na prova feminina (8 atletas), Valentina Trapletti confirmou os prognósticos que a apontavam como clara favorita, verificadas as ausências de Giorgio e Palmisano, esta campeã em 2018 e 2019, triunfando com o tempo de 12:53.61 (aos 1.000m em 4.23.3 e aos 2.000m em 8.39.5). Na segunda posição do pódio absoluto italiano classificou-se Lidia Barcella, com 13:40.13, e na terceira posição Ilaria Camilla, com 14:02.90.

Os recordes nacionais italianos na vertente indoor estão na posse de Ivano Brugnetti, nos 5.000 metros masculinos, com a marca de 18:08.86 (2007) e de Eleonora Anna Giorgi, nos 3.000 metros femininos, com 11:50.08 (2014).

Classificações
5.000 m masculinos
1.º, Francesco Fortunato, 1994 (G.A. Fiamme Gialle), 18:50.22
2.º, Leonardo Dei Tos, 1992 (Athletic Club 96 Alperia), 19:44.62
3.º, Aldo Andrei, 2001 (G.S. Valsugana Trentino), 20:46.90
4.º, Nicola Lomuscio, 2003 (Amatori Atl. Acquaviva), 20:54.38
Extra-campeonato: Jose Manuel Perez Rubio, 1999 (Juventud Guadix), 20:46.08
Desclassificados: Andrea Cosi, 2001 (Atletica Firenze Marathon S.S.), Niccolo Coppini, 1997 (Atletica Firenze Marathon S.S.) e Ettore Grillo, 1997 (Atletica Firenze Marathon S.S.).

3.000 m femininos
1.ª, Valentina Trapletti, 1985 (C.S. Esercito/Bracco Atletica), 12:53.61
2.ª, Lidia Barcella, 1997 (Bracco Atletica), 13:40.13
3.ª, Ilaria Camilla Galli, 1987 (Atletica Firenze Marathon S.S.), 14:02.90
4.ª, Sara Vitiello, 1996 (G.S.Self Atl. Montanari Gruzza), 14:07.06
5.ª, Martina Ansaldi, 1996 (Atl. Brescia 1950 Ispa Group), 14:10.45
6.ª, Camilla Crivellaro, 2000 (C.U.S. Pro Patria Milano), 14:17.21
7.ª, Elisabetta Bray, 1998 (C.U.S. Torino), 14:29.23
8.ª, Sascia Grafeo, 1992 (Atl. Arcs Cus Perugia), 14:52.21

domingo, 23 de fevereiro de 2020

João Vieira e Vitória Oliveira triunfam na Final de Clubes (I div.) em pista coberta

João Vieira, Vitória Oliveira e Carolina Costa, e fase inicial da prova
feminina. Imagens: NMT-TV/FPA e Fotos António Sousa
Montagem: O Marchador
Sem surpresa, João Vieira, do Sporting Clube de Portugal, e Vitória Oliveira, do Sporting Clube de Braga, chamaram a si os triunfos individuais nas provas de marcha ontem (22/2) disputadas em Braga, por ocasião dos Campeonatos Nacionais de Clubes de Pista Coberta.

Na prova masculina, sobre 5.000 metros, João Vieira registou 20:40.53, o suficiente para levar de vencida os seus mais diretos adversários, na circunstância Miguel Rodrigues, do SL Benfica, que obteve 21:01.80, e Rui Coelho, cronometrado em 21:06.04.

Na prova feminina, sobre 3.000 metros, Vitória Oliveira, na liderança do princípio ao fim, obteve um novo recorde pessoal, agora na casa dos 12 minutos, com 12:57.44, consolidando o 9.º lugar que já ocupava nas listas de sempre na distância. Na segunda posição, também com recorde pessoal, entrou Carolina Costa, do Sporting CP, com 13:05.85, e na terceira, Kristina Saltanovic, da J Vidigalense, com 14:00.40.

Classificações
5.000 m masculinos
1.º, João Vieira (SCP), 20:40.53
2.º, Miguel Rodrigues (SLB), 21:01.80
3.º, Rui Coelho (CAS), 21:06.04
4.º, Pedro Santos (JV), 22:54.45
5.º, Diogo Peixoto (MAC), 23:07.99
6.º, Diogo E. Fernandes (AJS), 23:19.15
7.º, António Pereira (SCB), 23:52.96
8.º, Jaime Santos (GRECAS), 24:22.87

3.000 m femininos
1.ª, Vitória Oliveira (SCB), 12:57.44
2.ª, Carolina Costa (SCP), 13:05.85
3.ª, Kristina Saltanovic (JV), 14:00.40
4.ª, Adriana Viveiros (ADRAP), 14:24.01
5.ª, Nádia Cancela (GRECAS), 14:34.19
6.ª, Andreia Freitas (AJS), 15:27.61
7.ª, Ana Leonor (GAF), 18:03.05
8.ª, Joana Silva (ACPV), 18:57.37

Sérgio Vieira e Sandra Silva vencem marcha na II divisão (pista cob.)

Sandra Silva e o início da prova masculina, com Sérgio Vieira
e Pedro Martins. Imagens: FPA e Fotos António Sousa
Montagem: O Marchador
Os representantes da Associação 20 km de Almeirim, Sérgio Vieira, e do Clube de Futebol de Oliveira do Douro, Sandra Silva, venceram confortavelmente as provas de marcha no programa do primeiro dia dos Campeonatos Nacionais de Clubes - 2.ª Divisão em Pista Coberta (Braga, 22/2).

Sérgio Vieira registou 22:40.71 nos 5.000 metros, sendo seguido por Pedro Martins, da ACR Senhora do Desterro, com 23:56.49, e, após apertada chegada, José Silva, do NA Cucujães, com 24:04.70.

Sandra Silva foi cronometrada em 14:55.73, sendo segunda e terceira classificadas Alexandra Lamas, da ACR Senhora do Desterro, e Ana Cruz, do Maia AC, com 15:51.01 e 16:39.25 respetivamente.

Classificações
5.000 m masculinos
1.º, Sérgio Vieira (A20KM), 22:40.71
2.º, Pedro Martins (ACRSD), 23:56.49
3.º, José Silva (NAC), 24:04.70
4.º, João Olim (ADRAP), 24:05.40
5.º, Paulo Cunha (CCSJM), 24:20.26
6.º, João Vieira (CPTSC), 25:14.06
7.º, Sidney Santos (CBF), 26:37.82
8.º, André Miranda (ACPV), 26:42.16

3.000 m femininos
1.ª, Sandra Silva (CFOD), 14:55.73
2.ª, Alexandra Lamas (ACRSD), 15:51.01
3.ª, Ana Cruz (MAC), 16:39.25
4.ª, Juliana Galvão (ACDAV), 18:23.73
5.ª, Lídia Pereira (GRE-AA), 19:39.76
6.ª, Maria Rito (GCAD), 21:34.69
Desclassificadas: Filipa Godinho (CBF) e Eva Tolda (UFCT).

1.º G. Prémio de Marcha de 2020 em Youngsfield, África do Sul (resultados)

A partida dos 20 km em Youngsfield, RSA.
Foto: fb Anel Oosthuizen. Montagem: O Marchador
A Western Province Athletics realizou, em condições muito ventosas, o 1.º Grande Prémio de Marcha para 2020 no sábado (15/2) num circuito de 2 km instalado na Base Militar de Youngsfield, na Cidade do Cabo, África do Sul.

Nas principais provas de 20 km, sagraram-se vencedores, nos masculinos, Tuonisang Pule, de 23 anos, do TUT AC, com 1:29:04, e nos femininos, Anel Oosthuizen, de 24 anos, do Nedbank AC, com 1:38:21.

De entre as várias outras provas do programa, sob diferentes distâncias, referência para os 10 km absolutos, com os primeiros lugares a pertencerem a atletas de 18 anos de idade, nos masculinos, Bheki Mnyamara (TUKS AC, 49:18), e nos femininos, Marissa Swanepoel (Waterkloof AC., 52:13).

Principais classificações
20 km masculinos
1.º, Tuonisang Pule, 1997 (TUT AC), 1:29:04
2.º, Mzwakhe Mawudla, 1994 (UJ AC), 1:33:10
3.º, Sizwe Ndebele, 1994 (Savanges AC), 1:34:11
4.º, Antonio Farmer, 2000 (NWU AC - Pukke), 1:34:41
5.º, Wentsley Merkuuv, 2000 (UWC AC), 1:44:26
6.º, Mthunzi Mnisi, 1988 (Holwood AC), 1:49:57
7.º, Gideon Cillie, 1977 (Bellville AC), 1:52:27
8.º, Mtetho Williams, 1987 (Langa AC), 2:12:07
9.º, Sandisa Lindami, 1986 (SANDF AC), 2:29:59

20 km femininos
1.ª, Anel Oosthuizen, 1995 (Nedbank AC), 1:38:21
2.ª, Zelda Schultz, 1992 (Murray & Roberts AC), 1:41:39
3.ª, Jessica Groenewald, 1992 (Nedbank AC), 1:48:18
4.ª, Annette Koen, 1999 (NWU AC - Pukke), 1:52:28
5.ª, Nthatisi Mokhele, 1993 (Run Walk 4 Life), 1:56:46
6.ª, Frieda Blighaut, 1950 (Sanlam AC), 2:25:01

Resultados completos, aqui.

sábado, 22 de fevereiro de 2020

Campeonatos da Bélgica em pista coberta, em Gent (resultados)

Annelies Sarrazin. Foto: fb da própria
Montagem: O Marchador
Em Gent (16/2) disputaram-se os campeonatos belgas de atletismo em pista coberta, com a marcha a integrar o programa de provas, com 3.000 metros femininos e 5.000 metros masculinos.

Nos femininos, com 4 participantes, todas veteranas, Annelies Sarrazin, do FLAC somou mais um título nacional, desta vez com a marca de 16:34.87. Separadas por 1 segundo, classificaram-se nas segunda e terceira posições Liesbet de Smet (DUFF) e Myriam Nicolas(SMAC), com 17:12.79 e 17:13.78 respetivamente.

Nos masculinos (6 atletas), o primeiro lugar pertenceu ao alemão Matthias Holtermann, com 24:39.14, seguido de Simon Robert, do White Star, com 26:24.46. O título nacional ficou na posse do terceiro classificado da geral, Peter Van Hove (ACHL), com 27:58.05.

O recordes nacionais belgas estão na posse de Jos Martens, com 18:54.67 (Budapeste-1988), e Sabine Desmet, com 13:58.3 (Liévin-1987).

Classificações
3.000 m femininos
1.ª, Annelies Sarrazin, 1981 (FLAC), 16:34.87
2.ª, Liesbet De Smet, 1982 (DUFF), 17:12.79
3.ª, Myriam Nicolas, 1963 (SMAC), 17:13.78
4.ª, Muriel Oger, 1964 (SMAC), 20:49.20

5.000 m masculinos
1.º, Matthias Holtermann, 1981 (GER- Alemanha), 24:39.14
2.º, Simon Robert, 1997 (WS), 26:24.46
3.º, Peter Van Hove, 1981 (ACHL), 27:58.05
4.º, Tristan Van Hove, 2003 (ACHL), 31:38.61
5.º, Jasper Van Hove, 2006 (ACHL), 38:11.09
Desclassificado: Gaëtan Piette, 1985 (CABW).

Clubes disputam I e II divisões de pista coberta este fim-de-semana, em Braga

Parte do cartaz do evento. Montagem: O Marchador
A final dos campeonatos nacionais de clubes em pista coberta vai ter lugar este fim-de- semana, em Braga (Altice Fórum). O escalonamento dos clubes apurados para a I e II divisões ficou definido nas fases de apuramento, realizadas há duas semanas nas pistas de Pombal e Braga.

Todas as provas de marcha serão disputadas na 1.ª jornada (sábado) este ano, sempre em provas separadas e em finais diretas, os 5.000 metros da II divisão masculina agendados para as 13:45 horas, e os da II divisão feminina para as 14:20 horas, e quanto à I divisão, os 5.000 metros masculinos às 16:17 horas e os 3.000 metros femininos às 16:45 horas.

Todas as 32 equipas dos 22 clubes que concorrem às I e II divisões apresentam especialistas de marcha, vários dos quais representaram os seus países em Jogos Olímpicos.

Há uma ano atrás, os vencedores individuais na marcha da I divisão foram João Vieira, com 20.19,15, e Vitória Oliveira, com 13.28,26, ambos a representarem o Sporting CP.

Os recordes da pista de Braga estão na posse de José Urbano (SL Benfica), com o tempo de 18.52,25 (1992), também recorde nacional, e de Susana Feitor (CN Rio Maior), com 12.21,7 (1994).

A lista geral de atletas inscritos por prova pode ser consultada aqui.

Elevado nível de resultados em Macas, Equador

Em Macas, Equador, Brian Daniel Pintado, Karla Jaramillo e Claudio
Vilanueva, e (em cima) a partida dos 20 km.
Fotos: Andres Muñoz A
Montagem: O Marchador
Brian Daniel Pintado, nos 20 km masculinos, com 1.21.53, Karla Jaramillo, nos 20 km femininos, com 1.30.39, e Claudio Vilanueva, nos 30 km masculinos, com 2.37.02, foram os atletas mais em destaque nos Campeonatos Nacionais Interclubes de Marcha do Equador, realizados na cidade de Macas (15/2) com um elevado nível global de resultados alcançados.

Nos 20 km, nos masculinos (9 atletas), Pintado foi seguido por David Hurtado, com 1.22.52, e Jordy Jiménez, com 1.24.10, nos femininos (também 9 atletas), Jaramillo adiantou-se a Magaly Beatriz Bonilla, com 1.31.34, e a Paola Pérez, com 1.32.04.

Nos 35 km (10 participantes), Claudio Villanueva impôs-se a Jonathan Amores, com 2.38.58, e a Xavier Mena, com 2.40.23, enquanto no setor feminino a única participante,  Catalina Urdiales, concluiu em 3.40.32.

De entre as outras provas, referência para as de 10 km sub-20 vencidas por Oscar Oswaldo Patin, com 42.15, e Paula Valdez, com 51.55.

O evento foi seletivo para os Campeonatos Sul-americanos a disputar nos dia 14 e 15 de Março em Lima, Peru.

Resultados completos a consultar aqui.

sexta-feira, 21 de fevereiro de 2020

4.º Festival de Marcha Atlética de Patras, na Grécia (resultados)

Os principais pódios dos 20 km e, em cima, a mais jovem concorrente,
com 6 anos e 3 meses. Fotos: Zoe Gkini. Montagem: O Marchador
A cidade de Patras, localizada a 350 quilómetros a oeste de Atenas, recebeu a quarta edição do festival de marcha atlética, que incluía a realização dos campeonatos nacionais de marcha de 20 km marcha na categoria Sub-23, este ano coincidindo com as comemorações na cidade do famoso carnaval local, provas que contaram com a presença de três juízes internacionais, assim homologando, por natureza, qualquer marca que viesse a ser considerada para a possibilidade de aceder aos grandes eventos internacionais.

O evento apurou os atletas gregos que vão participar nos Campeonatos dos Bascãs que vão ter lugar na cidade de Ivano-Frankvisk, na Ucrânia, a 14 de março próximo.

Nos 20 km masculinos ganhou, sem qualquer contestação, Zacharias Tsamoudakis com o tempo de 1:33:08, uma vantagem bem substancial sobre o segundo classificado, Konstantinos Ntentopoulos, que fez 1:42:53, classificando-se na terceira posição Dimitrios Tsordias, com 1:42:53. Anastasios Stamos, 4.º classificado, sagrou-se campeão Sub 23 com a marca de 1:54:00.

Nos 20 km femininos, vitória de Christina Papadopoulo, com 1:38:23, recorde pessoal da atleta que antes tinha como melhor 1:38:54, marca que havia feito no ano passado em Adelaide. Na segunda posição classificou-se Angeliki Makri, com 1:39:18 e a fechar o pódio, Olga Fiaska, uma jovem atleta que há menos de dois anos conquistava a medalha de prata nos Europeus Sub 18 e agora, estreando-se na distância, completa-a no tempo de 1:40:20 e conquista o título Sub 23.

Nos Sub-20 femininos (10 km), Ariadni Faturu, a única atleta a participar, completou a prova no tempo de 58:46, enquanto nos Sub-18 masculinos (10 km) dois atletas realizaram tempos abaixo da fasquia dos 46 minutos, Alexandros Mortzakis, com 45:26, e Aristotelis Busdas, com 45:51, e nos Sub 18 femininos (5 km) impôs-se Anastasia Antonopoulo, com 24:31.

Nos Sub-16 (5 km) os melhores foram, nos rapazes, Dimitrios Konidares, com 28:17, e nas meninas, Mirto Tsimigatu, com 27:04. Tiveram ainda lugar provas para os mais jovens dos jovens, nos 2 km (Sub 14) referências para as vitórias de Michalis Anthimos (14:17) e Athina Floropulo (10:12) e na distância de 1 km (Sub 12) a destacarem-se Nikolis Schinas (4:52) e Maria Arabatzi (7:20).

Colaboração: Zoe Gkini

Nick Christie e Robyn Stevens com títulos «indoor» dos E.U. América

Nick Christie e Robyn Stevens. Fotos: Kim Spir
Montagem: O Marchador
Nick Christie, nos masculinos, com a marca de 11:55.44 (3:51.72, 3:58.09 e 4:05.63 em cada 1.000 metros) e Robyn Steven, nos femininos, com um recorde pessoal de 13:12.54 (parciais de 4:14.85, 4:29.52 e 4:28.17) venceram com autoridade as provas de marcha sobre 3.000 metros dos Campeonatos do Estados Unidos da América realizados (14/15-2) no Centro de Convenções de Albuquerque, no Estado do Novo México.

Nick Christie somou o seu quarto título nos campeonatos (terceiro consecutivo), sendo seguido por John Cody Risch, quem mercê de uma última volta muito rápida (44.96) chegou ao segundo lugar com 12:08.33, antes de Emmanuel Corvera, com12:10.29.

Robyn Stevens, a recém campeã nacional de 50 km, assumiu sempre a liderança da prova, consolidando o seu avanço a partir da 5.ª volta (1.000 m) para sagrar-se campeã de pista coberta pela primeira vez no seu historial. As posições do pódio foram ocupadas por Miranda Melville, com 13:26.37, a vencedora em 2019, e Maria Michta-Coffey, com 13:35.56, quem detém 9 títulos nacionais indoor.

Classificações
3.000 m masculinos - 14/2
1.º, Nick Christie, 11:55.44
2.º, John Cody Risch (Q Elite), 12:08.33
3.º, Emmanuel Corvera (New York Athletic Club - NYAC), 12:10.29
4.º, Andreas Gustafsson, 13:21.95

3.000 m femininos - 15/2
1.ª, Robyn Stevens (Salming), 13:12.54
2.ª, Miranda Melville (New York Athletic Club - NYAC), 13:26.37
3.ª, Maria Michta-Coffey (Oiselle), 13:35.56
4.ª, Lauren Harris (Marist), 13:43.42
5.ª, Katie Burnett (Harrier TC), 14:10.88
6.ª, Celina Lepe, 14:47.86
7.ª, Janelle Branch, 14:56.31
8.ª, Kayla Shapiro (Marist), 15:00.06
9.ª, Chelsea Conway (Shore Athletic Club), 15:03.53
10.ª, Katie Miale (Marist), 15:31.35

quinta-feira, 20 de fevereiro de 2020

Campeonatos de Marcha 2020 da Rússia, em Sochi (resultados)

Partidas nos campeonatos russos no autódromo de Sochi, e Vasily
Mizinov a ser entrevistado. Fotos. Federação Russa de Atletismo
Montagem: O Marchador
Como é tradição, os marchadores russos reuniram-se na cidade de Sochi para disputarem os Campeonatos de Inverno no fim de semana de 15/16 de fevereiro.

As provas do primeiro dia iniciaram-se às 9 horas da manhã com a partida masculina e feminina dos 35 quilómetros no famoso autódromo de Formula 1 de Sochi, com um DJ a animar o escasso público que se encontrava no evento.

Os principais atletas partiram com objetivo de bater melhor marca mundial do ano (2.34.55 do italiano Tontodonati), o que conseguiram, com Dementiy Cheparev a vencer pela segunda vez e com um recorde pessoal de 2.27.26. Foi seguido por Kirill Frolov,  que fez os últimos 5 km em menos de 20 minutos quando tentava alcançar o líder, terminado com 2.27.41. No terceiro lugar classificou-se Sergey Sharypov, com 2.28.14.

Na mesma distância feminina, Vera Vasiljeva -Sokolova, que cumpriu a pena por doping e foi mãe recentemente, venceu sem oposição, com 2.43.56, à frente da Margarita Nikiforova, com 2.48.52, e de Anastasia Kalashnikova, com 2.49.00.

Seguiu-se a prova de 20 km masculinos, vencida por Sergey Shirobokov, atleta que já participou em provas internacionais mas que perdeu o estatuto «neutro» da World Athletics por alegadamente ter estado em estágio com Viktor Chegin, treinador banido por doping. Concluiu a prova em 1.19.34, com o segundo lugar a pertencer a Aleksey Kudashkin, com 1.21.02, e o terceiro a Roman Evstifeev, com 1.21.38. Vasiliy Mizinov esteve no evento mas não participou na prova. Na categoria de sub-23, o vencedor foi Nikolay Maksimov, com 1.23.10. O melhor sub-20 mas na distancia de 10 km foi Sergey Kozhevnikov, com 39.04.

Na prova feminina também de 20 km, disputada separadamente da masculina, vitória para Elvira Hasanova, de apenas 20 anos de idade, com 1.26.43, derrotando a sua colega de treino Reihan Kagaramanova, apenas a 7 segundos, com 1.26.50. Completou o pódio Marina Novikova, com 1.27.25. Nas sub-23, o título pertenceu a Daria Golubechkova, com 1.30.41.  Nas sub-20, sobre 10 km, venceu Yulia Halilova, com 44.27.

Como já é habitual, os mais jovens competiram no segundo dia do programa de provas, na pista municipal «Slava Metreveli». Nos sub-18, a melhor feminina na distância de 5.000 metros foi Ekaterina Petrova, de Cheliabinsk, com 21.36,70, e o melhor masculino na mesma categoria, mas sobre 10.000 metros, Danil Martynov, da Mordóvia, com 40.59,00. Nos sub-16, foi vencedora Alena Akashkina, com 13.32,30 nos 3.000 metros, e Vadim Novichenkov, com 22.11,20 nos 5.000 metros, ambos da Escola da Mordóvia.

Resultados completos, aqui.

Um belo álbum de fotos pode ser visto aqui.

Colaboração: Kristina Saltanovic

Partanen e Kivimäki vencem campeonatos da Finlândia em pista coberta

Na pista coberta de Tampere, os campeões Aku Partanen e
Anniina Kivimäki, e pose dos atletas dos pódios da marcha.
Fotos: Yleisurheilu. Montagem: O Marchador
Veli-Matti "Aku" Partanen e Anniina Kivimäki sagraram-se campeões absolutos de pista coberta da Finlândia nas provas de marcha dos campeonatos realizados em 15/16 fevereiro em Tampere.

Partanen, um especialista de 50 km que representa o Lappeenrannan Urheilu-Miesten, saiu vitorioso com 19.46,57 no 5.000 metros, tendo por companheiros do pódio os atletas sub-23 do Espoon Tapioiden, Joni Hava e Jaakko Määttänen, com 20.55,40 e 21.07,60 respetivamente.

Kivimäki, do Lapuan Virkiän, obteve um recorde pessoal de 13.10,85 (antes, 13.55,36) nos 3.000 metros, à frente de Elisa Neuvonen (Lappeenrannan UM), com 13.23,59, também recorde pessoal, e da sub-18 Heta Veikkola, companheira de clube da vencedora, com 13.25,34, marca que constitui um novo recorde nacional da categoria

Classificações
5.000 m masculinos
1.º, Aku Partanen (LUM), 19.46,57
2.º, Joni Hava (EspTa), 20.55,40
3.º, Jaakko Määttänen (EspTa), 21.07,60
4.º, Jarkko Kinnunen (JalasjJa), 21.15,84
5.º, Matias Korpela (TuUL), 21.48,91
6.º, Elmo Koivunen (EsboIF), 22.53,43
7.º, Sajan Irincheev (EspTa), 23.28,69

3.000 m femininos
1.ª, Anniina Kivimäki (LapuanVi), 13.10,85
2.ª, Elisa Neuvonen (LUM), 13.23,59
3.ª, Heta Veikkola (LapuanVi), 13.25,34
4.ª, Venla Laiho (LaitJy), 13.45,42
5.ª, Peppi Ahponen (PyhäselU), 13.48,32
6.ª, Elina Heikkinen (OP), 14.25,87
7.ª, Venla-Nora Nirkkonen (TuWe), 15.24,72
8.ª, Sanna Mäenpää (LapuanVi), 15.44,35
9.ª, Ellen Seisto (EspTa), 16.21,69

Itália 2020: campeonatos sub-18 em pista coberta (resultados)

Séries da marcha nos Campeonatos de Itália sub-18 em Ancona,
e os campeões Nicola Lomuscio (dorsal 114) e Giana Traina (148).
Fotos: FIDAL MUTI/FIDAL. Montagem: O Marchador
As provas de marcha dos campeonatos italianos de pista coberta para atletas sub-18 (Ancona, 15-16/2), com significativa participação de atletas (23 masculinos e 28 femininos) que obrigou à realização de 4 séries, apurou como campeões nacionais Nicola Lomuscio, do Amatori Atl. Acquaviva, com 21:18.64 nos 5.000 metros masculinos, e Giada Traina, da Atletica Livorno, com 14:28.02 nos 3.000 metros femininos.

Nicola Lomuscio, atleta de 16 anos de idade do Amatori Atletica Acquaviva, pupilo de Pino Tortora, registou 21:18.64, marca que se posiciona na terceiro lugar da lista italiana de sempre. Ainda na casa dos 21 minutos entrou no segundo lugar Pietro P. Notaristefano, da A.S.D. Atletica Don Milani, com 21:45.00, e no terceiro pela ordenação das 2 séries, Ivan Giangaspero, da Fiamme Gialle G. Simoni, com 23:55.22.

Giada Traina, de 15 anos de idade, representante da Atletica Livorno e treinada por Giorgio Favati, venceu com 14:28.02, à frente de Vittoria Di Dato, do N. Atl. Varese, com 14:36.25, e Martina Quartararo, da Atletica Livorno, 14:46.35, todas elas competindo na série 2.

Classificações
5.000 m masculinos (ordenação séries 1 e 2)
1.º, Nicola Lomuscio, 2003 (Amatori Atl. Acquaviva), 21:18.64
2.º, Pietro P. Notaristefano, 2003 (A.S.D. Atletica Don Milani), 21:45.00
3.º, Ivan Giangaspero, 2004 (Fiamme Gialle G. Simoni), 23:55.22
4.º, Tommaso Iori, 2004 (Atletica Grosseto Banca Tema), 24:23.62
5.º, Daniele Gherardi, 2004 (Bergamo Stars Atletica), 24:28.59
6.º, Matteo Mandarino, 2003 (A.S.D. Atletica Team Carignano), 24:32.80
7.º, Mattia Boni, 2003 (Atl. Riccardi Milano 1946), 24:33.24
8.º, Thomas Borzi, 2003 (Atletica Grosseto Banca Tema), 24:54.61
9.º, Christian Rota, 2003 (Atl. Bergamo 1959 Oriocenter), 24:59.26
10.º, Giorgio Lauria, 2004 (Esercito Sport & Giovani), 25:46.92
11.º, Marcello Toscano, 2004 (S.A.F.Atletica Piemonte A.S.D.), 25:50.13
12.º, Matteo Broccoletti, 2004 (Atletica Winner Foligno), 26:08.18
13.º, Rocco Zingoni, 2003 (A.S.D. Kronos Roma), 27:50.39
14.º, Gabriele Marucci, 2004 (A.S.D. Kronos Roma), 28:17.34
Desclassificados: Mirco Pini, 2003 (Atl Libertas Runners Livorno), Emiliano Brigante, 2003 (Trieste Atletica), Francesco Piccarolo, 2004 (C.U.S. Torino), Tommaso Carucci, 2004 (A.S.D. Atletica Don Milani), Daniele Colonnello, 2004 (A.S.D. Pontevecchio Bologna), Francesco Biondini, 2003 (Fiamme Gialle G. Simoni), Diego Giampaolo, 2004 (Fiamme Gialle G. Simoni) e Marco Giovannetti, 2004 (Atletica Firenze Marathon S.S.).
Desistente: Mattia Grilli, 2003 (Atletica Civitanova).

3.000 m femininos (ordenação séries 1 e 2)
1.ª, Giada Traina, 2004 (Atletica Livorno), 14:28.02
2.ª, Vittoria Di Dato, 2003 (N. Atl. Varese), 14:36.25
3.ª, Martina Quartararo, 2003 (Atletica Livorno), 14:46.35
4.ª, Anita Laiolo, 2003 (Unione Giovane Biella), 14:53.90
5.ª, Sofia Giovannini, 2004 (C.U.S. Torino), 15:08.27
6.ª, Alexandrina Mihai, 2003 (Fondazione M. Bentegodi), 15:11.29
7.ª, Sofia Fiorini, 2004 (Atl Libertas Runners Livorno), 15:15.27
8.ª, Aurora Cerretini, 2003 (Atl Libertas Runners Livorno), 15:29.83
9.ª, Elisabetta Ippoliti, 2003 (Atl. Lecco-Colombo Costruz.), 15:32.56
10.ª, Rachele Giovanninetti, 2004 (Bracco Atletica), 15:51.28
11.ª, Francesca Cinella, 2003 (Atl. Avis Macerata), 15:52.48
12.ª, Anna Pizzolon, 2003 (Assindustria Sport Padova), 15:59.07
13.ª, Elisa Giuliani, 2003 (C.U.S. Torino), 16:02.34
14.ª, Lisa Foresti, 2004 (Atl. Bergamo 1959 Oriocenter), 16:05.80
15.ª, Valentina Piserini, 2004 (Atletica Livorno), 16:09.40
16.ª, Letizia Gavioli, 2003 (A.S. La Fratellanza 1874), 16:14.15
17.ª, Caterina Pappada', 2003 (Amatori Atl. Acquaviva), 16:18.53
18.ª, Francesca Giammarino, 2003 (A.S.D. Unione Atletica Abruzzo), 16:29.35
19.ª, Giorgia Esposito, 2003 (Atl.Stud. Rieti Andrea Milardi), 16:33.70
20.ª, Agnese Zanatta, 2004 (Atletica Ponzano), 16:33.83
21.ª, Miriam Franco, 2003 (A.S.D. Acsi Italia Atletica), 16:42.49
22.ª, Sara Pezzotti, 2003 (Atl.Stud. Rieti Andrea Milardi), 16:44.06
23.ª, Sara A. Perotti, 2004 (Atl. Alessandria), 16:44.27
24.ª, Giorgia Monaco, 2003 (Fiamme Gialle G. Simoni), 16:44.69
25.ª, Marina Martucci Zecca, 2003 (USD Enterprise Giovani Atleti), 16:47.61
26.ª, Brunilde Staffieri, 2003 (Amatori Atl. Acquaviva), 16:52.43
27.ª, Nicole Disabato, 2003 (Amatori Atl. Acquaviva), 16:53.54
Desistente: Emma Umiliani, 2003 (Assi Giglio Rosso Firenze).

quarta-feira, 19 de fevereiro de 2020

Jovens marchadores na Copa Brasil 2020

Os campeões sub-20, Kauan da Silva Domingues e Gabriela de Souza
Muniz e sub-18, Heron Rodrigues Miranda e Thaliane Janaina Miranda
 da Cruz. Fotos: Wagner Carmo/CBAt
Montagem: O Marchador
A 31.ª edição da Copa Brasil Caixa de Marcha Atlética, disputada no passado fim de semana, em Recife, contou com a participação de 116 atletas, que representaram 30 clubes oriundos de 9 Estados e do Distrito Federal, com muitos jovens a revelarem-se promessas na disciplina.

Nos Sub-20 masculinos, realizados na distância de 10 km, Kauan da Silva Domingues (MEM-SP) triunfou com o tempo de 46:60, título que o próprio não contaria dado o tempo de paragem de cerca de dois meses devido a lesão. Há meses afirmou que o seu sonho maior seria estar nos Jogos Olímpicos de 2024, em Paris. Coletivamente a vitória foi para a equipa do Memorial Santos-SP.

Nos Sub-20 femininos, também disputado na distância de 10 km, vitória para Gabriela Muniz (CASO-DF) com o tempo de 53:29, ela que é a única atleta do escalão com passaporte garantido para o Mundial de Seleções que terá lugar em Minsk, em maio próximo, quando no Grande Prémio da Corunha, em junho do ano passado, realizou a marca de 49:23. Vitória coletiva do CASO-DF.

Nos Sub-18 masculinos (10 km) a vitória sorriu a Heron Miranda (Balneário Camboriú-SC) com o tempo de 50:02, atleta de uma das regiões no Brasil – Santa Catarina - onde a marcha atlética tem uma forte implantação. O título coletivo foi para o CASO-DF. Nos Sub-18 femininos (5 km) triunfo para Thaliane Cruz (Prefeitura Colombo-PR) com o tempo de 28:06. Coletivamente venceu o CASO-DF.

Nos escalões Sub-16 triunfaram, no setor feminino (3 km), a atleta da região, Fernanda Santos (Projeto Atletismo Campeão-PE) com 16:29. Coletivamente venceu a equipa “Atletas com Futuro-PE”. Nos rapazes (5 km), João Oliveira (AMDM-CE) foi o vencedor com 26:25. Ganhou coletivamente o CASO-DF.

Resultados completos, aqui.

Fonte: Assessoria de Imprensa da CBAt

Os grandes campeões na Copa Brasil de Marcha Atlética

Vencedores, nos 35 km, Max Batista dos Santos e Viviane Santana
Lyra, e nos 20 km, Caio Bonfim (dorsal 15) na partida, e Érica Sena.
Fotos: Wagner Carmo/CBAt
Montagem: O Marchador
Caio Bonfim (CASO-DF) e Érica Sena (Pinheiros), nos 20 km marcha, e Max dos Santos e Viviane Lyra, nos 35 km marcha, estiveram em plano de grande evidência nos Campeonatos do Brasil de Marcha Atlética, organizados pela Confederação Brasileira de Atletismo (CBAt) e Federação Pernambucana de Atletismo (FEPA) ao triunfarem nas principais provas do programa, que pela primeira vez teve lugar na região de Pernambuco, especificamente em Recife, num circuito de 1 quilómetro.

Na prova masculina de 20 km, Bonfim, que conquistou o seu nono título consecutivo na distância, com a marca de 1:25:46, é de uma família muito ligada à especialidade – a mãe, Gianetti Bonfim (uma antiga marchadora de créditos firmados) e o pai, João Sena, acompanham-no assiduamente e estão ligados ao Centro de Atletismo de Sobradinho, um projeto muito bem delineado e trabalhado e que teve o seu início em 1990 e cujos frutos são evidentes com a conquista pelo clube do Distrito Federal de uma grande parte dos títulos individuais e coletivos em disputa na presente Copa. Nos outros dois lugares do pódio masculino classificaram-se, Lucas Mazzo (IEMA-SP), com 1:31:23, e Matheus Correa, com 1:33:12.  

Na prova feminina de 20 km, Érica Sena (Pinheiros-SP), vinda diretamente de Cuenca, no Equador, onde vive, e contando com o caloroso apoio de muitos familiares e amigos pois a atleta é oriunda de Recife, realizou o tempo de 1:37:06. Tal como Caio Bonfim, os objetivos passam pela presença no Mundial de Seleções, em maio, e nos Jogos Olímpicos, em agosto, eventualmente na Copa Sul-americana de Marcha, em março, com etapas, certamente, nas provas do Challenge Mundial de Marcha, que abrem com Rio Maior, a 4 de abril (a de Taicang, na China, que era para ser em finais de março, foi cancelada pelos motivos infelizmente conhecidos) e na Corunha. Para os outros dois lugares do pódio subiram duas atletas que nos últimos tempos participaram em provas de 50 km: Elianay Barbosa (CASO-DF), com 1:42:59 (campeã em 2019) e Nair da Rosa (AABLU-SC), com 1:51:12.

Nos 35 km, distância que substituiu os 50 km e que, provavelmente, os atletas especializados em distâncias mais longas terão de ter em conta nos futuros grandes eventos internacionais a partir do próximo ano, ganhou no setor masculino Max Batista dos Santos (CASO-DF), com 2:54:45, com os restantes medalhados a darem pelo nome de José Bagio (FME Timbó-SC), com 2:59:01, e Claudio Richardson dos Santos (AABB Currais Novos-RN), com 3:20:50, estes dois com longas carreiras na disciplina, ambos campeões diversas vezes, então o último com nada menos de 10 títulos nos 50 km da Copa Brasil. No setor feminino os louros da vitória foram para a carioca Viviane Santana Lyra (AEFV-RJ), com 3:12:13, ela que participou nos 50 km dos mundiais de Doha. O pódio feminino desta prova ficou completo com Mayara Vicentainer (FME Timbó-SC), com 3:20:50, e Paula da Silva (Sport Club do Recife-PE), com 3:59:50.

Resta ainda acrescentar que os tempos dos atletas refletiram as condições atmosféricas verificadas na região nesta época do ano, com uma temperatura a rondar os 30 graus centígrados e sol aberto e que a organização do evento esteve a um nível superior. Os três primeiros atletas de cada uma das provas representarão o Brasil no Campeonato Sul-americano de Marcha que vai ter lugar em Lima, no Perú, a 8 de março próximo.

Fonte: Assessoria de Comunicação da CBAt

Principais classificações
20 km masculinos
1.º, Caio Oliveira de Sena Bonfim, 1991 (CASO), 1.25.43
2.º, Lucas Gomes de Souza Mazzo, 1994 (IEMA), 1.31.23
3.º, Matheus Gabriel de Liz Correa, 1999 (AABLU), 1.33.12
4.º, Moacir Zimmermann, 1983 (Balneário Camboriú), 1.34.36
5.º, Marcio Moreira Chaves, 1999 (Projeto Atletismo Campeão), 1.48.43
6.º, Diogo Dias Gamboa, 0475 (Balneário Camboriú), 1.50.50
7.º, Romario Jeronimo dos Santos, 2000 (CASO), 1.57.40
8.º, Mario Serafim da Silva, 2392 (Projeto Atletismo Campeão), 1.57.52
9.º, Jairo Vieira, 1978 (UCA), 1.59.29
10.º, Edney Martins dos Reis, 2000 (ADES), 2.03.42
11.º, Matheus Souza Silva, 1999 (AMDM), 2.07.39
12.º, Haziel Nascimento Batista, 0717 (Projeto Atletismo Campeão), 2.24.52
13.º, Helrison Richardson Soares da Silva, 2000 (L.D.G -RN), 2.44.19
Desistente: Jose Vitor Paz Varela, 6467 (ATLETAS COM FUTURO).
Desclassificado: Pedro Lucas de Souza Silva, 2000 (CASO).

20 km femininos
1.ª, Erica Rocha de Sena, 1111 (E.C. Pinheiros), 1.37.06
2.ª, Elianay Santana da Silva Pereira Barbosa, 0991 (CASO), 1.42.59
3.ª, Nair da Rosa, 1980 (AABLU), 1.51.12
4.ª, Daniela Maria Sales de Oliveira, 6070 (CASO), 1.55.38
5.ª, Carla Patricia da Paz Silva, 1984 (SPORT CLUB DO RECIFE), 2.21.32
6.ª, Ana Larissa do Nascimento Lima Araujo, 2000 (BNB CLUBE), 2.23.59
7.ª, Adrielly Lethicia da Silva Soares, 2000 (ASPA), 2.47.21
Desistente: Tatiana de Morais Pereira, 2000 (ABDA ATLETISMO).

35 km masculinos
1.º, Max Batista Goncalves dos Santos, 4587 (CASO), 2.54.45
2.º, Jose Alessandro Bernardo Bagio, 1981 (FME TIMBO), 2.59.01
3.º, Claudio Richardson Vitória Campelo dos Santos, 1977 (AABB CURRAIS NOVOS), 3.02.50
4.º, Diego Pereira Lima, 1877 (CASO), 3.18.44
5.º, Renato Rodrigo da Silva Araujo, 2548 (ATLETAS COM FUTURO), 4.26.01
Desistente: Deyvid Willamis Leite de Melo, 7321 (ATLETAS COM FUTURO), Lucas Gabriel Ferreira da Silva, 1994 (SPORT CLUB DO RECIFE) e Rudney Dias Nogueira, 2875 (USIPA),
Luiz Felipe dos Santos, 0502 (IEMA).
Desclassificado: Marlon Rodrigues da Costa, 6039 (AEFV).

35 km femininos
1.ª, Viviane Santana Lyra, 1993 (AEFV), 3.10.13
2.ª, Mayara Luize Vicentainer, 3299 (FME TIMBO), 3.20.50
3.ª, Paula Raissa Paz da Silva, 1993 (SPORT CLUB DO RECIFE), 3.39.50
4.ª, Elisangela Pereira da Silva, 1976 (Projeto Atletismo Campeão), 3.59.08
Desistente: Lorena Nunes Alves, 1997 (CASO).
Desclassificada: Joyce Vieira Pereira, 2000 (ORCAMPI).