segunda-feira, 19 de abril de 2021

David Hurtado bate recorde sul-americano sub-23 de 10.000 m marcha (38:44.66)

Em Guayaquil, o sub-23 David Hurtado com o recorde sul-americano da categoria,
Brian Pintado (099) e Jordy Jiménez, e Paola Pérez.
Fotos: fb Federación Ecuatoriana de Atletismo
Montagem: O Marchador

Ao obter a excepcional marca de 38:44.66 na distância dos 10.000 metros marcha em pista, ontem em Guayaquil, o equatoriano David Hurtado Espinosa (vice-campeão do mundo sub-20 em Tampere-2018) cometeu a proeza de bater o recorde sul-americano da categoria sub-23 que pertencia há quase 28 anos ao campeão olímpico (Atlanta-1996) e seu compatriota Jefferson Pérez (39:50.73 em Winnipeg, Canadá, 16/7/1993).

A prova integrou o programa do Campeonato de Atletismo do Equador, Inter-Clubes e ainda «Grande Prix Richard Boroto», tendo como segundo e terceiro classificados, igualmente com marcas de relevo, Brian Pintado, com 39:08.33, e Jordy Jiménez, com 39:35.29.

Já nos femininos, também sobre 10.000 metros, cuja prova foi em conjunto com os masculinos, Paola Pérez foi a vencedora com um recorde pessoal de 44:51.97, sendo seguida por Magaly Bonilla, com 45:50.15, e Maritza Guamán, com 46:22.74.

Classificações
10.000 m masculinos
1.º, David Hurtado (1999), 38:44.66
2.º, Brian Daniel Pintado (1995), 39:08.33
3.º, Jordy Rafael Jiménez Arrobo (1994), 39:35.29
4.º, Jonathan Javier Amores Carua (1998), 40:59.02
5.º, José Mauricio Arteaga (1988), 41:19.69
6.º, Gonzalo Antonio Bustan Japon (2000), 41:25.16
7.º, Jinson Octavio Calderón (2000), 44:46.95
8.º, Terry Patricio Villacorte (2003), 45:54.79

10.000 m femininos
1.ª, Paola Pérez (1989), 44:51.97
2.ª, Magaly Bonilla (1992), 45:50.15
3.ª, Maritza Guamán (1988), 46:22.74
4.ª, Maria Villalva (2001), 52:10.95

Álvaro López, Alicia Lumbreras (20 km), García Bragado e Lucia Redondo (10 km), vencedores em Pamplona

Em Pamplona, Álvaro López, Alicia Lumbreras, Lucia Redondo e García Bragado,
e ainda o pódio dos 20 km masculinos. Fotos: Jesús Caso/Diario de Navarra
Montagem: O Marchador

O Grande Prémio de Marcha Atlética "Ciudadela de Pamplona", evento em 2ª edição levado a cabo ontem (18/4) pela Federação Navarra de Atletismo, teve como vencedores absolutos das principais provas, nos 20 km, Álvaro López Nuñez, sub-23 do Grupompleo Pamplona Atlético, com 1:24:11 (próximo do seu melhor, 1:23:43-2019), e a sub-20 Alicia Lumbreras, do A.D. Marathon, em estreia na distância, com 1:44:25, e nos 10 km, o mítico Jesús García Bragado, do C.D. Tajamar, com 44:12, e Lucia Redondo, de 17 anos de idade, do Atletismo Alcorcón, com 49:32.

Referência ainda para os homens que completaram o pódio masculino da distância olímpica dos 20 km, Luis Manuel Corchete, do Atletismo Torrevieja, com 1:25:45, atleta que obteve nos 50 km de Sevilha 2021 a qualificação directa para os Jogos de Tóquio, e Daniel Ballesteros, do Hiru-Herri Atletiko Taldea, com 1:26:39, marca que representa um novo recorde pessoal e de Navarra.

Relativamente ao Campeonato de Navarra, sobre 5 km, obtiveram os títulos, Daniel Ballesteros, com 21:33, marca de passagem, e Adriana Ibarrola Goicoechea (Grupompleo Pamplona At), com 28:42.

Uma menção especial para a Insígnia de Prata da Federação Navarra de Atletismo outorgada a Jesús García Bragado, pelas mãos do seu presidente, Rodrigo Domínguez Fernández.

Principais classificações
20 km masculinos
1.º, Alvaro Lopez Nuñez, 1999 (Grupompleo Pamplona At), 1:24:11
2.º, Luis Manuel Corchete Martinez, 1984 (Atletismo Torrevieja), 1:25:45
3.º, Daniel Ballesteros Goñi, 1996 (Hiru-Herri), 1:26:39
4.º, Jesus Abad Zorzo, 1998 (Atletico Salamanca), 1:32:49
5.º, Markel Gutierrez Garcia, 1999 (Deportivo Eibar), 1:37:55 p.z.
6.º, Daniel De Lucas Chanquet, 2002 (A.D. Marathon), 1:38:58
7.º, Ignacio Villegas De Miquel, 2001 (CA Elche Decatlon), 1:41:16
Desistentes: Alejandro Cadenas Pozo, 2000 (Atletismo Alcorcon), Eloy Hornero Gallent, 2000 (Playas de Castellon), Jose Mestre Martin, 2001 (Grupompleo Pamplona At) e Pedro Conesa Ceron, 2001 (Atletismo Numantino).

20 km femininos
1.ª, Alicia Lumbreras Gonzalez, 2002 (A.D. Marathon), 1:44:25
2.ª, Lara Carasa Ballesteros, 1998 (A. A. Moratalaz), 1:55:46
Desistente: Alicia Sanchez Guilarte, 2000 (Trops-Cueva de Nerja).

10 km masculinos
1.º, Jesus Angel Garcia Bragado, 1969 (C.D. Tajamar), 44:12
2.º, Juan Manuel Morales Del Castillo, 1979 (Marineda Atletico), 44:18
3.º, Daniel Ortega Baleiron, 1998 (At. Intec-Zoiti), 46:04
4.º, Hodei Caballero Parra, 2003 (Tolosa C.F.), 46:31
5.º, Marcos Perez Martinez, 1999 (Atletismo Zuera), 50:47
6.º, Ferran Campins Pitart, 2000 (UA Terrassa), 51:39
7.º, Asier Diaz De Diego, 2005 (Atletismo Cuenca), 51:53 p.z.
8.º, Antonio Porcel Arana, 1971 (Durango Kirol Taldea), 53:06
9.º, Lluc Serrat Alemany, 2005 (UA Terrassa), 53:16
10.º, Jose Antonio Mestre Rodriguez, 1965 (Track Cross Road Team), 54:14
11.º, Juan Manuel De Lucas Pasalodos, 1966 (A.D. Marathon), 55:14
12.º, Juan Carlos Rojo Marquez, 1988 (Atletismo Cuntis), 1:00:57
Desclassificado: Carlos Muñoz Luna, 2001 (Durango Kirol Taldea).

10 km femininos
1.ª, Lucia Redondo Ardid, 2003 (Atletismo Alcorcon), 49:32
2.ª, Paula Juarez Vega, 2000 (UA Terrassa), 52:53
3.ª, Virginia Martin Abarquero, 2000 (Puentecillas Palencia), 55:17
4.ª, Almudena Recio Mayordomo, 1977 (Puentecillas Palencia), 55:49
5.ª, Ainhoa Martinez Luceño, 2001 (UA Terrassa), 56:08
6.ª, Ainhoa Colino Biella, 2004 (Bidezabal Durango AT), 1:00:36
7.ª, Sonia Grande Alvarez, 2005 (Polideportivo Getafe), 1:01:22
8.ª, Nerea Cabezon Aspurz, 2003 (Grupompleo Pamplona At), 1:04:02
9.ª, Carla Serra Montoya, 2003 (MillenniumTorrevieja), 1:12:28
Desistente: Sarai Mestre Martin, 1996 (Bidezabal Durango AT).

Resultados completos, aqui.

Campeonato de Clubes de Marcha da Lombardia, em Bergamo (resultados, 3.ª etapa)

Os pódios dos 10.000 m em Bergamos e Valentina Trapletti.
Fotos: FIDAL Lombardia e Valentina Trapletti/Giopese
Montagem: O Marchador

A terceira etapa do Campeonato de Clubes de Marcha da Lombardia e reservada ao grupo Norte disputou-se na pista do Campo Coni de Bergamo (18/4) numa organização da FIDAL Lombardia e Atletica Bergamo 1959, com a obtenção de bons resultados, em particular nas principais provas de 10.000 metros masculinos e femininos.

Valentina Trapletti, do C.S. Esercito, a participar extra-campeonato, obteve a excelente marca de 43:20.38, que representa um recorde pessoal por larga margem (antes, 44:04.94/2017) e se posiciona no segundo lugar da lista mundial da presente temporada (líder, Jemima Montag, 42:35,2 em Melbourne, 31/1).

Quanto ao pódio da prova feminina, o lugar mais alto seria assim ocupado por Nicole Colombi, do C.S. Carabinieri Sez. Atletica, com 45:21.69, e os restantes lugares por Federica Curiazzi, do Atl. Bergamo 1959 Oriocenter, com 45:38.01, e a sub-23 Sara Buglisi, do Athletic Club 96 Alperia, com 46:23.42. Foram 33 as atletas participantes nas duas séries disputadas.

Na prova masculina, bem renhida e com os três primeiros classificados na casa dos 40 minutos, foi Giacomo Brandi, do CUS Pro Patria Milano, quem se impôs na parte final, com 40:48.65, à frente do sub-23 Aldo Andrei, do GS Valsugana Trentino), com 40:51.69, ambos a obterem expressivos recordes pessoais (antes, 41:07.18 e 43:34.24 respetivamente). A terceira posição seria obtida por Leonardo Dei Tos, do Athletic Club 96 Alperia, com 40:59.97. Participaram 23 atletas distribuídos por duas séries).

Uma nota para os primeiros classificados da categoria sub-20, Emiliano Brigante, do Trieste Atletica, 6.º na geral, com 41:48.25, e Anita Laiolo, do Unione Giovane Biella, 10.ª na geral, com 48:38.58, ambos com recordes pessoais.

Fonte: FIDAL Lombardia

Principais classificações
10.000 m masculinos (séries 1+2)
1.º, Giacomo Brandi, 1998 (CUS Pro Patria Milano), 40:48.65
2.º, Aldo Andrei, 2001 (GS Valsugana Trentino), 40:51.69
3.º, Leonardo Dei Tos, 1992 (Athletic Club 96 Alperia), 40:59.97
4.º, Juriy Micheletti, 1998 (Atl. Bergamo 1959 Oriocenter), 41:12.50
5.º, Stefano Chiesa, 1996 (C.S. Carabinieri Sez. Atletica), 41:19.08
6.º, Emiliano Brigante, 2003 (Trieste Atletica), 41:48.25
7.º, Gabriele Gamba, 2002 (Atl. Riccardi Milano 1946), 43:01.09
8.º, Mattia Braggio, 2000 (Gruppo Citta' Di Genova), 44:14.94
9.º, Gianluca Lammendola, 1983 (Atl. Bergamo 1959 Oriocenter), 46:53.25
10.º, Amos Vittori, 2003 (Atl. Lecco-Colombo Costruz.), 46:58.37
11.º, Matteo Mandarino, 2003 (A.S.D. Atletica Team Carignano), 47:04.24
12.º, Pietro Marchetti, 2002 (U.S. Quercia Trentingrana), 47:15.55
13.º, Daniele Viglione, 2002 (S.A.F.Atletica Piemonte A.S.D.), 49:18.49
14.º, Segundo Pumacuro Gualotuna, 1976 (U.S. Milanese), 49:44.15
15.º, Tommaso Giudici, 2002 (Atl. Cento Torri Pavia), 50:31.47
16.º, Costantino Dario, 2001 (Atl. O.S.A. Saronno Lib.), 50:31.48
17.º, Bruno Morotti, 1964 (Pol. Villese), 51:23.72
18.º, Davide Benini, 2002 (Atl. Bergamo 1959 Oriocenter), 51:24.76
19.º, Jacopo Varignana, 2003 (A.S.D. Pontevecchio Bologna), 52:47.06
20.º, Christian Rota, 2003 (Atl. Bergamo 1959 Oriocenter), 55:24.20
Desclassificados: Giorgio Giuliani, 2000 (Battaglio C.U.S. Torino Atl) e Daniele Breda, 2002 (Atl. Bergamo 1959 Oriocenter).
Desistente: Riccardo Orsoni, 2000 (G.A. Fiamme Gialle).

10.000 m femininos (séries 1+2)
1.ª, Valentina Trapletti, 1985 (C.S. Esercito), 43:20.38
2.ª, Nicole Colombi, 1995 (C.S. Carabinieri Sez. Atletica), 45:21.69
3.ª, Federica Curiazzi, 1992 (Atl. Bergamo 1959 Oriocenter), 45:38.01
4.ª, Sara Buglisi, 2001 (Athletic Club 96 Alperia), 46:23.42
5.ª, Lidia Barcella, 1997 (Bracco Atletica), 46:25.42
6.ª, Sara Vitiello, 1996 (G.S.Self Atl. Montanari Gruzza), 46:47.26
7.ª, Vittoria Giordani, 2000 (U.S. Quercia Trentingrana), 47:19.36
8.ª, Annachiara Paternico, 1998 (Assindustria Sport), 47:23.36
9.ª, Rosetta La Delfa, 1977 (Unione Giovane Biella), 48:31.88
10.ª, Anita Laiolo, 2003 (Unione Giovane Biella), 48:38.58
11.ª, Alessia Titone, 2002 (S.A.F.Atletica Piemonte A.S.D.), 48:39.98
12.ª, Vittoria Di Dato, 2003 (N. Atl. Varese), 48:45.17
13.ª, Anna Ferrari, 2002 (Atletica Riviera Del Brenta), 48:48.71
14.ª, Adelaide Sansoni, 1982 (U.S. Quercia Trentingrana), 49:49.88
15.ª, Beatrice Foresti, 1998 (Atl. Bergamo 1959 Oriocenter), 50:03.04
16.ª, Elisabetta Bray, 1998 (Battaglio C.U.S. Torino Atl), 51:09.42
17.ª, Chiara Verteramo, 1999 (Battaglio C.U.S. Torino Atl), 51:17.60
18.ª, Alexandrina Mihai, 2003 (Atl. Bs '50 Metallurg. S.Marco), 53:02.14
19.ª, Francesca Liviani, 2002 (Bracco Atletica), 53:58.35 p.z.
20.ª, Camilla Ceolotto, 2000 (N.Atl. Fanfulla Lodigiana), 54:29.05
21.ª, Viviana Valsecchi, 1992 (Atl. Lecco-Colombo Costruz.), 55:41.76
22.ª, Roberta Caraccia, 1990 (Cremona Sportiva Atl. Arvedi), 55:52.18
23.ª, Valentina Vallegra, 2001 (Battaglio C.U.S. Torino Atl), 56:22.10
24.ª, Gloria Guerretta, 1976 (Unione Giovane Biella), 57:00.02
25.ª, Maura Marchiori, 1959 (U.S. Quercia Trentingrana), 57:32.79
26.ª, Cristina Zerlottin, 2002 (Battaglio C.U.S. Torino Atl), 57:41.16
27.ª, Giulia Ruggeri, 1997 (Atl. O.S.A. Saronno Lib.), 57:47.67
28.ª, Ilaria Malfiori, 1980 (Atl. Cento Torri Pavia), 59:02.29
29.ª, Elisa Giuliani, 2003 (Battaglio C.U.S. Torino Atl), 59:18.79
30.ª, Laura Vanin, 2000 (Trevisatletica), 59:42.76
31.ª, Silvia Boidi, 2003 (Atl. Alessandria), 59:46.95
32.ª, Denise Angioni, 1997 (Il Sogno Delle Giovani Promess), 1:07:10.68
Desclassificada: Fabiana Graffi, 1974 (Atletica Vigevano).

domingo, 18 de abril de 2021

Taça Internacional «Imam Reza» em Mashhad, Irão (resultados)

A partida dos 20 km em Mashhad e o vencedor Hamid Reza Zooravand.
Fotos: Hamid Reza Zooravand e Iran Athletics
Montagem: O Marchador

Hamid Reza Zooravand, olímpico (Rio-2016) e campeão nacional do Irão, foi o vencedor da prova de 20 km marcha integrada na primeira edição da Taça Internacional de Atletismo «Imam Reza» realizada na cidade de Mashhad, na província iraniana de Razavi Khorasan (11 e 12/4).

Zooravand, depois de um ano de ausência das lides competitivas, venceu de forma bem destacada e registou 1:28:51. O atleta tem como recorde pessoal 1:22:52 obtido em Nomi, no Japão (2016), quando se qualificou para os Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro.

O pódio da prova ficou preenchido com Armin Shahmaleki, atleta sub-23 que obteve 1:34:36, e Amir Hossein Asadi, cronometrado em 1:35:00, recorde pessoal.

Classificação
20 km masculinos (12/4)
1.º, Hamid Reza Zooravand, 1:28:51
2.º, Armin Shahmaleki, 1:34:36
3.º, Amir Hossein Asadi, 1:35:00
4.º, Ali Reza Bakhtiari, 1:36:20
5.º, Mohamaa Esmail Abadi, 1:36:21

Campeonatos da Venezuela de 20.000 m marcha em Barinas (resultados)

Richard Vargas e o pódio feminino com Paola Tovar e Milángela Rosales.
Fotos: Cris Cris, Paola Tovar e  Milánggela Rosales
Montagem: O Marchador

Richard Vargas, do Distrito Capital, e Milángela Francesca Rosales, de Mérida, com 1:55:33.60, sagraram-se campeões da Venezuela de 20.000 metros marcha durante os Campeonatos Nacionais de Atletismo 2021 realizados, sob elevada humidade, na pista do Polideportivo «Agustin Tovar», na cidade de Barinas (14 e 15/4).

Vargas, olímpico no Rio-2016, no seu regresso às competições obteve a marca de 1:35:09.80, ele que é o recordista da Venezuela de 20 km, com 1:22:10 em Roma-2016. Rosales, também olímpica mas em Londres-2012, foi cronometrada em 1:55:33.60, possuindo um recorde pessoal de 1:32:17.6 em Buenos Aires-2011.

Apenas mais dois marchadores participaram nas provas da jornada matinal do dia 15 (quinta-feira), nos masculinos, Guillermo E. Garan, sub-20 de Anzoátegui, com 2:05:11.50, e nos femininos, Paola S. Tovar, sub-23 de Miranda, com 2:05:45.80, situação que se deveu às circunstâncias atuais da pandemia de Covid-19.

Colaboração: Jose Alejandro Fernandez Martinez

sábado, 17 de abril de 2021

Este domingo em Pamplona, o Grande Prémio de Marcha Atlética

O cartaz do evento em Pamplona. Montagem: O Marchador

A Federação Navarra de Atletismo leva a efeito no próximo domingo (18/4) a 2.ª edição do Grande Prémio Nacional de Marcha Atlética "Ciudadela de Pamplona" e, em simultâneo, o Campeonato Navarro de Marcha em Estrada.

O circuito da prova está instalado na Calle (Rua) del Sadar, um novo traçado relativamente à primeira edição do evento e que pretende perspetivar a realização de um Campeonato de Espanha, não sendo alheio o facto do presidente da federação ser um homem bem conhecedor do potencial da disciplina e ex-atleta internacional, Rodrigo Domínguez Fernández.

O programa do evento abre às 10.30 horas (hora local) com provas absolutas de 20 km masculinos e femininos, seguindo-se 1 hora mais tarde as de 10 km, também absolutas, e depois de 5 km, 3 km, e 1 km para as categorias mais jovens.

De entre os vários especialistas que tomarão parte (lista de inscritos, aqui), o grande destaque vai para García Bragado, 7 vezes olímpico e campeão do mundo em 1993, bem como para Luis Corchete, Álvaro López, Pedro Conesa, Alicia Sánchez, Alicia Lumbreras, Ana Pulgarin, entre outros.

A primeira edição do grande prémio em 2020 teve como vencedor dos 20 km, Álvaro López Nuñez (1:25:41), e nos 10 km, María Fernandez Ratero (55:18) e Martín Rodríguez Pazos (48:49).

Formulamos votos de muito sucesso para o evento em Pamplona.

Campeonatos de 20 km marcha da Grécia este domingo em Mégara

Fotos: SporTime e SEGAS. Montagem: O Marchador

A Federação de Atletismo da Grécia vai levar a efeito no dia de amanhã (18/4), a partir das 9:30 horas, os Campeonatos de Marcha Atlética de 20 km, em estrada, que incluirão ainda provas para os escalões de Sub-18 e Sub-20, que constituem para os melhores atletas gregos uma oportunidade soberana para a integração nas seleções seniores para o Campeonato da Europa de Seleções e os Jogos Olímpicos e os Europeus e Mundiais de Atletismo dos escalões jovens.

Habitualmente disputados, nesta fase da época, em Patras, desta vez, pela necessidade de adoção pelas autoridades de saúde pública de medidas rígidas no controlo da pandemia da Covid-19 (todos os participantes deverão ser portadores de um certificado demonstrativo da realização de testes), as competições vão ter lugar em Mégara, localizada 43 quilómetros a oeste de Atenas.

Note-se que a grega Antigoni Drisbioti (1:30:25 em Ivano-Frankivsk) já obteve os mínimos para os Jogos Olímpicos e em posições elegíveis na lista da World Athletics “Rumo a Tóquio” estão Panayota Tsinopoulou, (47º lugar nos 20 km femininos) e Alexandros Papamichail (59º nos 20 km masculinos e 53º nos 50 km).

A lista completa de atletas inscritos está disponível aqui.

Sendo um evento certificado pela World Athletics, a organização contará com a presença de três juízes internacionais de marcha do principal painel do setor, nomeadamente, Frédéric Bianchi (Suíça), Hans Van der Knaap (Países Baixos) e José Dias (Portugal).

sexta-feira, 16 de abril de 2021

Rhydian Cowley sagra-se campeão australiano de 10.000 m pista (2021)

Em Sydney, Rhydian Cowley, o vencedor, no pódio com Declan Tingay e Kyle Swan, e os
sub-20 Corey Dickson (2.º) e Will Thompson (1.º). Fotos: Terry Swan e Athletics Australia.
Montagem: O Marchador

A prova de 10.000 metros marcha masculinos hoje (16/4) disputada em Sydney e a contar para os Campeonatos de Atletismo da Austrália (12 a 19/4) produziu sólidos resultados, com o título nacional da presente temporada a ficar na posse de Rhydian Cowley.

Cowley, do estado de Victoria, que foi cronometrado em 39:29.63, superou Declan Tingay, sub-23 do Western Australia, que obteve 39:40.24, ambos com marcas não muito distantes dos recordes pessoais obtidos em Melbourne em finais de janeiro passado, 39:14.6 e 39:17.4 respetivamente. O terceiro lugar do pódio iria para outro atleta sub-23, Kyle Swan, de Victoria, com um recorde pessoal de 40:06.86 (antes, 40:28.5 - Melbourne-2021).

Na categoria sub-20, referência para as marcas de qualificação obtidas pelo primeiro e segundo classificados, Will Thompson, com 41:58.95, e Corey Dickson, com 42:26.87, recorde pessoal, ambos de Victoria. No terceiro lugar entrou Gwyllym Young, do Athletics ACT, com 45:20.18.

Classificações (16/4)
10.000 masculinos - absolutos
1.º, Rhydian Cowley (VIC), 39:29.63
2.º, Declan Tingay (WA), 39:40.24
3.º, Kyle Swan (VIC), 40:06.86
4.º, Carl Gibbons (NSW), 42:19.33
5.º, Mitchell Baker (ACT), 42:29.04 p.z.
6.º, Tyler Jones (NSW), 42:45.44
7.º, Tim Fraser (ACT), 43:42.11 p.z.
8.º, Dylan Richardson (NSW), 44:13.69
9.º, Tristan Camilleri (SA), 44:44.37
10.º, Jason Kozica (VIC), 46:57.27
11.º, Mathew Bruniges (SA), 49:23.62
12.º, Benjamin Reid (WA), 49:45.43
13.º, Bradley Mann (WA), 51:06.02
14.º, Jordan McKenna (SA), 1:12:12.29

10.000 masculinos - sub-20
1.º, Will Thompson (VIC), 41:58.95
2.º, Corey Dickson (VIC), 42:26.87
3.º, Gwyllym Young (ACT), 45:20.18
4.º, Jack McGinniskin (NSW), 49:55.09
5.º, Riley Whatman (NSW), 55:39.34

Taça de Marcha da Argélia «Hadj Mechkel» 2021 (resultados)

Os pódios de 20 km da Taça de Marcha da Argélia em Béjaia.
Fotos: Adlane Elbey e Salim Djebbara
Montagem: O Marchador

Os internacionais Souad Azzi e Mohamed Ameur foram os vencedores das principais provas de 20 km de mais uma edição da Taça Nacional de Marcha em Estrada da Argélia, com a designação de «Mohammed El Hadj Mechkel» e disputada em Béjaia (10/4).

Souad Azzi, de 21 anos, do MB Béjaia, evidenciou grande superioridade na prova feminina e registou a marca de 1:37:46, ela que detém como melhor 1:35:21 conseguido em Algiers-2020. Ocuparam os restantes lugares do pódio, Tinhinane Boumaza, também do MB Béjaia, com 1:42:21, e Bariza Ghezelani, do AS Sûreté National Alger, com 1:44:58.

Já na prova masculina, a vitória não fugiu a Mohamed Ameur, do AS Sûreté National Alger, experiente marchador de 36 anos e ex-campeão africano (Addis Abeba-2008, 1:22:55), que obteve 1:28:20. Teve como companheiros do pódio, Mohamed El Fateh Meddour, com 1:29:12, e Adlane El Bey, 1:29:46, ambos a representarem o GSP Athlétisme.

De entre outras provas para os mais jovens, referência nos sub-20 (10 km), para Sohail Abderahman (SARAB) e Abdennour Ameur (GSP), primeiro e segundo classificados com a mesma marca, 41:47, nos masculinos, e para Melissa Toulom (AMCB), vencedora feminina com 52:36.

Principais classificações
20 km femininos
1.ª, Souad Azzi (MBB), 1:37:46
2.ª, Tinhinane Boumaza (MBB), 1:42:21
3.ª, Bariza Ghezelani (ASSN), 1:44:58
4.ª, Souhila Azzi (MBB), 1:46:54
5.ª, Nesrine Rania Alouach (RCA), 2:02:30
6.ª, Fatima Zhora Oulmi (MAC), 2:09:55
7.ª, Aicha Ghizlene Hadjou Smir (CSPCT), 2:29:00

20 km masculinos
1.º, Mohamed Ameur (ASSN), 1:28:20
2.º, Mohamed El Fateh Meddour (GSP), 1:29:12
3.º, Adlane El Bey (GSP), 1:29:46
4.º, Billal Djafri (MBB), 1:32:51
5.º, Hichem Medjeber (SSM), 1:37:07
6.º, Houssame Abdellaoui (CSPCT), 1:41:01
7.º, Mohammed El Amine Djellouli (CSPCT), 1:43:24
8.º, Aymen Bensaha (NRD), 1:44:05
9.º, Aymene Ameur (GSP), 1:53:11
10.º, Djaber Bouras (ASAPC), 1:54:19
11.º, Abdehak Bakrim (ASSN), 1:58:34
12.º, Ibrahim Ramoul (ASSN), 1:58:34
13.º, Abd Ennacer Alioui (CSPCT), 2:32:29

quinta-feira, 15 de abril de 2021

Katie Hayward em destaque nos campeonatos australianos 2021 em Sydney

Em Sydney, Katie Hayward e as atletas dos pódios absoluto e sub-20.
Fotos: Athletics Australia, Athletics SA e fb Cathy Henderson
Montagem: O Marchador

A marchadora Katie Hayward, do estado australiano de Queensland, esteve em evidência durante os campeonatos nacionais de atletismo que decorrem em Sydney (12 a 19/4) ao vencer a prova de 10.000 metros em pista com 43:46.05, uma marca que representa um novo recorde pessoal (antes, 44.22,4 em Melbourne, 31/1/2021).

Na prova absoluta hoje disputada (15/4) em que a favorita Jemima Montag abandonou quando comandava isolada até cerca dos 6.000 metros, a segunda posição foi para Rebecca Henderson, de Victoria, com 45:13.77, recorde pessoal, e Clara Smith, de Queensland, com 47:01.69.

De entre as atletas sub-20 que competiram em conjunto, o maior destaque vai para Olivia Sandery, da South Australia, com 47:03.55, recorde pessoal por quase um minuto e qualificação direta para os mundiais sub-20 em Nairobi.

Provas de marcha sobre 3.000 metros de diferentes escalões etários incluíram o programa dos primeiros dias dos campeonatos. Nos sub-16, venceram Sam McCure (QLD, 13:32.61) e Milly Boughton (NSW, 14:45.15), nos sub-15, Isaac Beacroft (NSW, 13:34.12) e Sienna Pitcher (NSW, 14:52.42), e nos sub-14, Kodi Clarkson (ACT, 13:51.22) e Grace Beck (NSW, 15:27.66).

Classificações
10.000 femininos
1.ª, Katie Hayward (QLD), 43:46.05
2.ª, Rebecca Henderson (VIC), 45:13.77
3.ª, Clara Smith (QLD), 47:01.69
4.ª, Hannah Mison (NSW), 50:59.25
5.ª, Molly O'Neill (NSW), 57:09.51
6.ª, Claire Samanna (VIC), 57:39.68
7.ª, Brenda Gannon (QLD), 59:58.36
Desistentes: Jemima Montag (VIC) e Teegan Pengilley (NSW).

10.000 femininos - sub-20
1.ª, Olivia Sandery (SA), 47:03.55
2.ª, Alanna Peart (VIC), 49:47.29
3.ª, Emma Blanch (NSW), 52:08.46
4.ª, Charlotte Hay (VIC), 53:25.51
5.ª, Allanah Pitcher (NSW), 53:42.79
6.ª, Hannah Parker (NSW), 56:07.41
7.ª, Bridget Bell (NSW), 1:02:08.47
Desistente: Hannah Bolton (NSW).

Yehualeye Beletew e Birara Alem Chekol vencem campeonatos da Etiópia 2021

As provas de 10.000 m marcha em Addis Abeba: a partida masculina, com o vencedor
Birara Chekol (o 1.º da esq.), e fase inicial feminina liderada por Yehualeye Beletew.
Fotos: Federação de Atletismo da Etiópia. Montagem: O Marchador

A olímpica Yehualeye Beletew e o internacional Birara Alem Chekol sagraram-se campeões da Etiópia de 10.000 metros marcha em pista, provas integradas no último dia do evento nacional disputado na capital Addis Abeba (6 a 11/4).

Nos femininos, Beletew, participante nos Jogos Olímpicos do Rio-2016 e nos mundiais de Doha-2019, e detentora de 1:31:47 nos 20 km quando venceu os campeonatos africanos de 2018 (Asaba), registou um novo recorde pessoal com a marca de 44:49.0. O pódio da prova participada por 13 atletas ficou completo com a jovem internacional Sintayehu Masire (20 anos), com 45:44.7, recorde pessoal, e Ergat Mebhatom, com 47:26.3.

Nos masculinos, com 17 atletas a alinharem na partida, Chekol obteve 43:22.2, marca próxima do seu recorde pessoal (43:14.6 em 2019, também em Addis Abeba), superiorizando-se ao sub-23 Meseret Ayelign, o segundo classificado, com 43:44.6, a 2 segundos do seu melhor, e a Tadelu Getu, o terceiro, com 44:04.3.

Principais classificações
10.000 m masculinos
1.º, Birara Alem Chekol, 43:22.2
2.º, Meseret Ayelign, 43:44.6
3.º, Tadelu Getu, 44:04.3
4.º, Fekad Tilahun, 44:10.8
5.º, Yetalaye Tazebe, 44:11.8
6.º, Matebu Endashaw, 44:27.4
(...)
17 participantes

10.000 m femininos
1.ª, Yehualeye Beletew, 44:49.0
2.ª, Sintayehu Masire, 45:44.7
3.ª, Ergat Mebhatom, 47:26.3
4.ª, Mare Betwe, 47:31.2
5.ª, Alem Tafes Deresa, 48:25.2
6.ª, Metasebiya Werku, 48:35.3
(...)
13 participantes

quarta-feira, 14 de abril de 2021

Michta-Coffey e Nehnevaj vencem «Trials» de 20 km para Guayaquil

A partida dos 20 km em Fairmount Park, os pódios dos «Trials», e a porto-riquenha
Dalia Oliveras. Fotos: Terrance Wellman, Maria Michta-Coffey e Dan Nehnevaj,
WVU Tech Track & Cross-Country e Brendaliz Gonzalez.
Montagem: O Marchador

A olímpica Maria Michta-Coffey e o surpreendente Dan Nehnevaj foram os vencedores dos 20 km marcha disputados no domingo (11/4) em Filadélfia, no estado da Pensilvânia, evento que serviu para apurar os atletas que na distância constituirão a seleção dos Estados Unidos da América para a Taça Panamericana de Marcha Atlética em Guayaquil, Equador (8-9/5).

Nos femininos, em que Dalia Oliveras, atleta do Porto Rico, foi a primeira a cortar a meta na condição de «convidada» e que curiosamente igualou o seu recorde pessoal de 1:37:26 (Corunha-2019), a primeira estadunidense e declarada vencedora dos «Trials» foi Maria Michta-Coffey, a representar Oiselle-Walk USA), e há mais de uma ano sem competir, a obter 1:38:47. Os lugares imediatos seriam ocupados por Miranda Melville, do New York Athletic Club, com 1:39:20, e Robyn Stevens, da Newfeel-DecathlonUSA, com 1:39:54, ela que recentemente se sagrou campeã nacional de 35 km em Santee.

Nos masculinos, a grande figura foi Daniel Nehnevaj, do Raleigh Walkers, com pouco mais de 2 anos de prática de marcha e na sua primeira experiência em 20 km (tem-se destacado mais recentemente em provas mais curtas de pista coberta e ar livre pela WVU Tech), obteve 1:26:00, precisamente a marca de qualificação directa exigida nestes «trials». Teve no pódio a companhia Nick Christie, da Newfeel-DecathlonUSA, com 1:28:07, atleta já selecionado para Guayaquil mas nos 50 km, e Emmanuel Corvera, do New York Athletic Club, com 1:28:09.

Nas provas de 10 km realizadas em simultâneo com os 20 km, referência para os vencedores, Samuel Allen, do Shore AC, com 44:18, recorde pessoal, e Angelica Harris, do Elgin Sharks, com 53:21.

Classificações
20 km masculinos - geral
1.º, Daniel Nehnevaj (Raleigh Walkers), 1:26:00
2.º, Nick Christie (Newfeel-DecathlonUSA), 1:28:07
3.º, Emmanuel Corvera (NYAC), 1:28:09
4.º, Jordan Crawford (Missouri Baptist University), 1:35:38
5.º, Bricyn Healey ( - ), 1:35:47
6.º, AJ Gruttadauro (Shore AC), 1:36:34
7.º, Allen James, M55 (SoCal Track Club), 1:40:53
8.º, Joel Pfahler (Athletes in Action), 1:43:52
9.º, Michael Mannozzi (Air Force / Shore AC), 1:48:02
10.º, Kyle Hively (Unattached), 1:49:37
11.º, David Swarts, M55 (Pegasus AC), 2:02:33
12.º, William-Jesse Leggett, M40 ( - ), 2:12:46
13.º, John Morrison, M70 (Potomac Valley TC), 2:42:31
Desistente: Anthony Peters (Raleigh Walkers).
Desclassificados: Virgilio Galindo (México) e Steven Smith (WVU Tech).

20 km femininos - geral
Extra: Dalia Oliveras (Club Atletismo Cupey Track/Porto Rico), 1:37:26
1.ª, Maria Michta-Coffey (Oiselle-Walk USA), 1:38:47
2.ª, Miranda Melville (NYAC), 1:39:20
3.ª, Robyn Stevens, W35 (Newfeel-DecathlonUSA), 1:39:54
4.ª, Taylor Ewert ( - ), 1:41:08
5.ª, Celina Lepe (Team Nuun), 1:43:30
6.ª, Amberly Melendez (Harrier Track Club), 1:43:55
7.ª, Anali Cisneros ( - ), 1:46:42
8.ª, Erin Talcott, W40 (Shore AC), 1:58:41
9.ª, Kathrine Good, W60 (Potomac Valley TC), 2:37:26
Desistentes: Katie Smith ( - ) e Jennifer Lopez (Harrier Track Club).
Desclassificada: Stephanie Casey, W35 (Harrier Track Club).

Turquia – Campeonato de Clubes de Marcha Atlética em Estrada (resultados)

Em Batman, a foto final da premiação, a partida dos sub-20 masculinos, com Serhat
Güngör (dorsal 66), o vencedor, e a liderança feminina sub-18, com Aysenur Buse
Günaslam (dorsal 2), a vencedora, e Elíf Nur Özbey (dorsal 1), a 2.ª classificada.
Fotos: Tigris Haber e IG Mustafa Akyavas
Montagem: O Marchador

Teve lugar neste sábado (10 de abril) o Campeonato de Clubes de Marcha Atlética da Turquia, em estrada, destinado aos escalões Sub-18 e Sub-20, uma boa iniciativa promocional da federação turca de atletismo e que se disputou na cidade de Batman, bem a sudeste da Turquia.

Nos Sub-18 masculinos (5 km), Mehmet Güngör venceu com o tempo de 22:15, seguido de Rojhat Bozkurt, com 23:08, e de Murat Güda, com 23:13. Na classificação coletiva, apurada pelo somatório de tempos dos dois melhores classificados de cada clube, a formação de Malatya-Gençlik Hízm venceu com a soma de tempos de 46 minutos e 51 segundos. Participaram 26 atletas, 5 foram desclassificados e um desistiu.

Nos Sub-18 femininos (5 km), Aysenur Buse Günaslam foi a primeira com o tempo de 24:05, seguida de Elíf Nur Özbey, com 24:06, e de Sude Naz Güç, com 26:02, numa prova participada por 17 atletas, duas das quais desclassificadas. A equipa de İstanbul – Enka Spor Kulübü triunfou somando 48:11 minutos.

Nos Sub-20 masculinos (5 km), Serhat Güngör destacou-se da concorrência, levando a melhor com o tempo de 20:19. Na segunda posição classificou-se Mert Kahraman, com 20:35, e a fechar o pódio Mustafa Tekdal, com 21:04. Coletivamente triunfou a equipa de Ankara-Ptt Spor Kulübü, com 41:39. Alinharam à partida 18 atletas e destes, 2 foram desclassificados e um desistiu.

Nos Sub-20 femininos (5 km), Songül Koçer foi a melhor das treze atletas participantes obtendo o tempo de 24 minutos. Na segunda posição classificou-se Sükran Ayaz, com 24:19 e a fechar o pódio Emíne Ceylan, com 24:58. Coletivamente a vitória foi para Batman-Petrolspor, que totalizou 49 minutos e 17 segundos.

Colaboração: Mustafa Akyavas

terça-feira, 13 de abril de 2021

Éider Arévalo e Mayra Herrera vencem em Olomouc, República Checa

Mayra Herrera, Éider Arévalo e os pódios de 20 km em Olomouc. Em cima, os campeões
checos,  Vít Hlaváč e Tereza Ďurdiaková. Fotos: Atletika Olomouc, Éider Arévalo,
Maya Herrera e Česká atletika. Montagem: O Marchador

O colombiano e campeão do mundo de 20 km em Londres-2017 (20 km), Éider Arévalo, e a internacional guatemalteca Mayra Herrera, sagraram-se vencedores das principais provas de 20 km do tradicional, o Grande Prémio de Marcha de Olomouc, na República Checa, evento disputado no sábado (10/4) e participado por atletas de vários países, em particular da América Central e do Sul, muitos em busca do sonho olímpico.

Na prova masculina, com 28 atletas alinhados à partida, Éider Arévalo impôs a sua superioridade face aos demais concorrentes, cortando a meta com 1:21:04, ele que há 3 semanas em Dudince tinha reforçado a sua qualificação para Tóquio (1:20:24). Na segunda posição, e com um recorde pessoal significativo entrou o peruano, César Rodríguez, com 1:22:11 (antes, 1:23:05, Londres-2017), e na terceira, o mexicano Ricardo Ortiz, com 1:23:12. De notar que o primeiro europeu seria oitavo classificado, na circunstância, o polaco Jakub Jelonek (1:25:37), e o título de campeão checo ficou na posse, sem surpresa, de Vít Hlaváč, do A. C. Tepo Kladno (1:29:12).

Na prova feminina, com 23 participantes, mais emocionante e com diferentes líderes, seria Mayra Herrera Pérez a que se mostrou mais forte, concluindo em 1:34:03, apenas 3 semanas depois de ter alcançado um recorde pessoal em Dudince, com 1:30:27, mínimo olímpico. O pódio em Olomouc ficaria completo com as peruanas Mary Luz Andia, com 1:34:38, e Evelyn Inga, com 1:35:43. Nas posições imediatas entraram Mária Czaková, da Eslováquia (1:36:54) e, com o título nacional, a checa Tereza Ďurdiaková, da Univerzitní Sportovní Klub Praha (1:38:00).

Antes da partida dos 20 km teve lugar uma especial homenagem aos fundadores do evento, Alois Lajčík, Václav Dostalík, Jaroslav Polák e Jaroslav Bráblík, presentes e ainda bem ativos como organizadores, juízes ou mesmo praticantes.

Menção para os vencedores absolutos de outras provas, entre eles, nos 10 km femininos, Sandra Arenas (Colômbia), com 44:40, nos 10 km masculinos, Jakub Bátovský, sub-18 (Eslováquia), com 48:05, nos 5 km femininos, Kate Veale (Irlanda), com 23:13, e nos 5 km masculinos, Matěj Piták, sub-16 (SK Vrchlabí Smola Konstrukce), com 24:31.

Fonte: Atleticky Klub Olomouc

Classificações
20 km masculinos
1.º, Eider Arevalo, 1993 (Colômbia), 1:21:04
2.º, César Augusto Rodríguez, 1997 (Peru), 1:22:11
3.º, Ricardo Ortiz, 1995 (México), 1:23:12
4.º, Esteban Soto, 1994 (Colômbia), 1:24:05
5.º, José Oswaldo Calel, 1998 (Guatemala), 1:24:20
6.º, Jesus Calderon, 1997 (México), 1:25:00
7.º, Luis Henry Campos, 1995 (Peru), 1:25:33
8.º, Jakub Jelonek, 1985 (Polónia), 1:25:37
9.º, Jose María Raymundo, 1993 (Guatemala), 1:26:42
10.º, José Alejandro Barrondo, 1996 (Guatemala), 1:27:54
11.º, Luis Angel Sanchez, 1993 (Guatemala), 1:28:54
12.º, Vít Hlaváč, 1997 (A. C. Tepo Kladno), 1:29:12
13.º, Thomas Silveira, 1990 (Venezuela), 1:34:10
14.º, Lukáš Gdula, 1991 (Hvězda Pardubice z.s.), 1:35:14
15.º, Adam Zajíček, 2003 (Atletika Poruba z.s.), 1:35:57
16.º, Martin Nedvídek, 1975 (AC Rumburk, z.s.), 1:36:53
17.º, Daniel Kováč, 2001 (Eslováquia), 1:41:55
18.º, Rostislav Kolář, 1987 (SK Hranice, z.s.), 1:41:57
19.º, Štěpán Krupka, 2003 (SK Vrchlabí Smola Konstrukce), 1:55:02
Desistentes: José Ortiz, 2000 (Guatemala), Jhon Alexander Castaneda, 1992 (Colômbia), Alexandr Malysa, 1997 (VSK Univerzita Brno), Michal Morvay, 1996 (Eslováquia) e Alex Wright, 1990 (Irlanda).
Desclassificados: Bernardo Uriel Barrondo, 1993 (Guatemala), Łukasz Niedziałek, 2000 (Polónia), Jaromír Morávek, 2003 (Smola Chůze Praha) e Filip Kaštovský, 2001 (Atletika Poruba z.s.).

20 km femininos
1.ª, Mayra Herrera Pérez, 1988 (Guatemala), 1:34:03
2.ª, Mary Luz Andia, 2000 (Peru), 1:34:38
3.ª, Evelyn Inga, 1998 (Peru), 1:35:43
4.ª, Mária Czaková, 1988 (Eslováquia), 1:36:54
5.ª, Tereza Ďurdiaková, 1991 (Univerzitní sportovní klub Praha), 1:38:00
6.ª, Eliška Martínková, 2002 (AC Turnov, z. s.), 1:39:13
7.ª, Vivian Castillo, 1998 (México), 1:41:41
8.ª, Jana Zikmundová, 2002 (AC Turnov, z. s.), 1:48:26
9.ª, Klára Hlaváčová, 2003 (A. C. Tepo Kladno), 1:49:38
10.ª, Natalie Myers, 1991 (Grã-Bretanha), 1:51:09
11.ª, Štěpánka Pohlová Kučerová, 1987 (TJ Sokol Hradec Králové), 1:55:16
12.ª, Lenka Borovičková, 1973 (SK Nové Město nad Metují), 2:07:41
13.ª, Martina Netolická, 1982 (AC Slovan Liberec, z.s.), 2:11:52
14.ª, Petra Jeníková, 1996 (Spartak Praha 4), 2:15:20
15.ª, Lenka Slabáková, 1966 (AC Moravská Slavia Brno, spolek), 2:20:39
Desistentes: Johana Ordóňez, 1987 (Equador), Agnieszka Ellward, 1989 (Polónia), Mirna Ortiz, 1987 (Guatemala), Anežka Drahotová, 1995 (Univerzitní sportovní klub Praha) e Michaela Bakliková, 2001 (AK Škoda Plzeň).
Desclassificadas: Yeseida Carrillo, 1993 (Colômbia), Maritza Rafaela Poncio, 1994 (Guatemala) e Veronika Scholzeová, 1998 (SK Nové Město nad Metují).

Campeonatos do Mediterrâneo Sub-23, em La Nucía, cancelados definitivamente

Montagem: O Marchador

A Mediterranean Athletics e a Real Federação Espanhola de Atletismo (RFEA) acordaram em cancelar definitivamente a realização da quarta edição do Campeonato de Atletismo do Mediterrâneo no escalão Sub-23, que estava agendado para se disputar na localidade espanhola de La Nucía, nos dias 5 e 6 de junho do corrente ano.

A justificação apresentada para o cancelamento do evento, em que se previa a participação de mais de 400 atletas, em representação de 28 países de três continentes, deveu-se à verificação, nos tempos atuais, de uma alta taxa de incidência de casos de Covid-19 no continente europeu, africano e asiático e às restrições de viagens entre países.

La Nucía, município da Comunidade Valenciana, na província de Alicante, com vista para o Mar Meditterrâneo, que dispõe de excelentes condições para a prática desportiva, iria albergar a competição no seu novo Estádio Olímpico Camilo Cano, estreado em agosto de 2019 com a realização do Campeonato de Espanha em pista ao ar livre.

Portugal participou em todas as edições já realizadas (Marselha 2014, Tunes 2016 e Jesolo 2018), tendo conquistado 13 medalhas, uma das quais, a de bronze, pela marchadora Edna Barros, na prova dos 10.000 metros marcha, na edição de 2018.

Fonte: RFEA

segunda-feira, 12 de abril de 2021

No Japão, Torneio de Wajima e Taça «Kazuo Saito» (resultados)

Em Wajima, Kaori Kawazoe a vencer os 20 km, Subaru Ishida (102) e Motofumi Suwa
(101) líderes nos 10 km masculinos, Serena Sonoda triunfante nos femininos, e os
pódios da categoria sub-20. Fotos: JAAF. Montagem: O Marchador

Em Wajima (10/4), e na véspera dos campeonatos japoneses de 50 km marcha, disputou-se a 60.ª edição do Torneio de Marcha Atlética da cidade, evento designado por Taça «Kazuo Saito» em homenagem ao antigo marchador olímpico nos Jogos de Tóquio-1964 e da Cidade do México-1968.

Nas principais provas de 10 km, nos masculinos, Subaru Ishida impôs-se à concorrência triunfando com o tempo de 39:58, recorde pessoal (o anterior era de 41:03.71, em pista, 42:21 em estrada), seguido de Motofumi Suwa, com 40:54, e de Taiga Mukai, com 41:30. Nos femininos, Serena Sonoda foi a melhor, obtendo o tempo de 45:00, recorde pessoal. Completaram o pódio Mao Tatsumi, com 46:31, e Maika Yagi, com 47:32.

Nas provas de 10 km sub-20, de qualificação para os próximos mundiais da categoria em Nairobi, nos masculinos, Shinya Nakao venceu com o tempo de 41:58 (recorde pessoal), classificando-se na segunda posição Yuhei Hattori, com 42:07, e na terceira posição Kota Takamatsu, com 42:35. Nos femininos, supremacia de Minori Yabuta, com 45:19, a 6 segundos do seu recorde pessoal. Yukiko Umeno, com 46:03, foi segunda, e Kana Koide, com 46:57, foi terceira.

No dia seguinte, e durante o evento de 50 km, teve lugar uma prova de 20 km marcha femininos, onde Kawazoe Kaori venceu com o tempo de 1:33:51. A terceira melhor especialista nipónica da atualidade na disciplina, depois de Kumiko Okada e Nanako Fujii, estas já com mínimos olímpicos, é detentora de um recorde pessoal de 1:31:10, obtido em fevereiro de 2019. Siu Nga Ching (Hong Kong) foi segunda classificada na prova de Wajima, com 1:33:58, e Kumagai Nami, a terceira, com 1:35:16.

Colaboração: Tomoya Ishii

Classificações
11/4
20 km femininos
1.ª, Kaori Kawazoe, 1:33:51
2.ª, Siu Nga Ching (Hong Kong), 1:33:58
3.ª, Nami Kumagai, 1:35:16
4.ª, Nami Hayashi, 1:40:43

10/4
10 km masculinos
1.º, Subaru Ishida, 39:58
2.º, Motofumi Suwa, 40:54
3.º, Taiga Mukai, 41:30
4.º, Masaru Suzuku, 41:47
5.º, Kaichi Shimizu, 41:49
6.º, Kannta Tokuyama, 42:06
7.º, Fumiya Shimada, 42:34
8.º, Takumi Kitamura, 42:39
9.º, Taiti Isobe, 42:41
10.º, Sousuke Mizutani, 42:47
(...)
41 participantes

10 km femininos
1.ª, Serena Sonoda, 45:00
2.ª, Mao Tatsumi, 46:31
3.ª, Maika Yagi, 47:32
4.ª, Yukiho Mizoguchi, 48:32
5.ª, Ruka Okamoto, 48:49
6.ª, Sayori Matsumoto, 48:58
7.ª, Asuka Taniguchi, 48:59
8.ª, Kayo Kammori, 49:10
9.ª, Hayane Ochiai, 49:21
10.ª, Fujiyama Chihiro, 51:07
(...)
24 participantes

10 km sub-20 masculinos
1.º, Shinya Nakao, 41:58
2.º, Yuhei Hattori, 42:07
3.º, Kota Takamatsu, 42:35
4.º, Yuta Murakoshi, 42:49
5.º, Natsuki Yasu, 43:39
(...)
26 participantes

10 km sub-20 femininos
1.ª, Minori Yabuta, 45:19
2.ª, Yukiko Umeno, 46:03
3.ª, Kana Koide, 46:57
4.ª, Mamika Hujita, 47:30
5.ª, Satsuki Ishida, 47:36
(...)
16 participantes

Os resultados completos podem ser consultados aqui.