segunda-feira, 18 de dezembro de 2017

Pedro Isidro e Mariana Mota foram os melhores na Baixa da Banheira

Partidas várias das provas de marcha na Baixa da Banheira.
Fotomontagem: O Marchador
Nos campeonatos conjuntos de Setúbal, Lisboa e Évora disputados no sábado passado (16 Dez.) no tradicional circuito de 1 km na Baixa da Banheira, os benfiquistas Pedro Isidro e Mariana Mota cumpriram calendário e foram os primeiros atletas a cortar a meta nas pouco participadas provas de 10 km para seniores, com 45.21 e 52.13 respetivamente, conquistando os títulos de campeões de Lisboa.

Ricardo Santos, do GDP Chão Duro, e Ana Leonor, do CDR Ribeirinho, os segundos classificados absolutos nos 10 km, com 51.10 e 58.38, sagraram-se campeões de Setúbal na categoria de seniores.

Quanto a Évora, acabou por não ter qualquer representante já que o único atleta inscrito (10 km, Henrique Santos, GD Diana) se viu envolvido num acidente de viação já na Baixa da Banheira, felizmente sem danos pessoais.

Os campeões individuais masculinos e femininos apurados em cada uma das categorias foram os seguintes:

Benjamins (1 km)
Setúbal – Dinis Silva (GDPCD), 5.25 e Carolina Pinto (GDPCD), 6.06;
Lisboa – Nuno Paitio (GDSD), 6.32 e Carolina Braga (GDSD), 6.39.

Infantis (3 km)
Setúbal – Santiago Xavier (SLA), 18.48 e Vitória Rodrigues (GDPCD), 19.47;
Lisboa – Gonçalo Martins (CAG), 19.03 e Estefânia Rebelo (GDSD), 19.27.

Iniciados (4 km)
Setúbal – Rui Ferreira (NDJL-ST), 29.05 e Catarina Torres (NSCPS), 21.19;
Lisboa – Leandro Francisco (CAG), 23.06 e Irina Martins (CAG), 24.53.

Juvenis (5 km)
Setúbal – João Pinel (CABB), 25.27 e Yohanglimar Lopes (GDPCD), 32.49;
Lisboa – Gonçalo Pinto (CAG), 32.14 e Catarina Santos (SCP), 27.15.

Juniores (10 km/5 km)
Setúbal – Diogo Santos (CPC), 56.12 e Catarina Santos (ACDC), 30.26;
Lisboa – Andreia Reis (JOMA), 28.44.

Seniores (10 km)
Setúbal – Ricardo Santos (GDPCD), 51.10 e Ana Leonor (CDRR), 58.38;
Lisboa – Pedro Isidro (SLB), 45.21 e Mariana Mota (SLB), 52.13.

Veteranos (5 km)
Setúbal (escalão único) – Paulo Jesus (GDPCD), 36.32 e Filipa Morgado (GDPCD), 31.29;
Lisboa (por categorias) – M45, Paulo Cunha (GDSD), 27.06, M50, Alexandre Monteiro (UAP), 29.16, M60, Joaquim Leitão (GDSD), 31.29; W35, Felicidade Rosa (CAG), 26.50, W45, Maria Fátima Costa (CAG), 30.10, W65, Maria Orlete Mendes (CAG), 30.27, W40, Teresa Sousa (GDSD), 32.47.

Na classificação coletiva global, em Setúbal venceu o GDP Chão Duro em masculinos e femininos, o mesmo acontecendo em Lisboa com o CA Galinheiras.

Os regionais conjuntos tiveram a participação de 86 atletas em representação de 20 clubes.

domingo, 17 de dezembro de 2017

Bethan Davies abriu época no Christmas Classic, Cardiff

Bethan DAVIES e «photofinish» dos atletas à chegada.
Fotos: BBC Sport e Welsh Timing Team
Montagem: O Marchador
A internacional galesa Bethan Davies (Cardiff AAC), que representou a Grã-Bretanha nos recentes mundiais de Londres, obteve 12.42,26 na prova de 3.000 metros marcha em recinto coberto que integrou a primeira prova do Cardiff Met Grand Prix designada como «Christmas Classic» e realizada no passado dia 10.

A abrir a época, Davies obtém um novo recorde pessoal de pista coberta, se bem que ao ar livre detenha 12.26,45 desde Junho passado.

Boa prestação também para Heather Lewis, do Pembrokeshire Harriers, com 13.25,59, numa prova que contou com participação masculina (mista), sendo terceiro e quarto da geral os sub-20 Daniel McKerlich (17.27,25) e Caerwyn Phillips (19.13,94), ambos do Cardiff AAC.

sábado, 16 de dezembro de 2017

Baixa da Banheira e Leiria acolhem campeonatos de 7 distritos

Baixa da Banheira e Leiria recebem vários campeonatos regionais.
Fotos: CA Baixa da Banheira e Ricardo Graça/Jornal Leiria
Montagem: O Marchador
Vão ter lugar, este fim-de-semana, em louváveis parcerias, os Campeonatos de Marcha de Estrada de Setúbal, Lisboa e Évora (Baixa da Banheira), numa organização da Associação de Atletismo de Setúbal e que conta com a colaboração da sua congénere de Lisboa, e os de Leiria, Santarém, Coimbra e Castelo Branco (Leiria), neste último caso integrados no 3.º Challenge de Leiria em Marcha Atlética, uma organização do Leiria Marcha Atlética Clube e que conta com o apoio das Associações de Leiria, Santarém e Coimbra, em ambos os casos com a atuação de juízes dos painéis nacionais e internacionais.

Na Baixa da Banheira, as provas iniciam-se este sábado, às 14.30 horas (10 km para juniores e seniores masculinos e seniores femininos, 5 km para juvenis, juniores femininos e veteranos), num circuito delineado na Avenida Capitães de Abril, junto ao Parque Zeca Afonso, prosseguindo a jornada com competições destinadas a todos os outros escalões etários.

Local de tradições na marcha atlética, aí se realizaram, por iniciativa do Sporting Clube Banheirense (anos noventa) e também do Centro de Atletismo da Baixa da Banheira, grandes prémios internacionais de marcha em que a rio-maiorense Susana Feitor e o benfiquista José Urbano foram figuras de destaque, culminando com a organização dos Campeonatos Nacionais de Marcha em Estrada, no ano de 2005, onde nas provas principais de 20 km femininos e 50 km masculinos, Vera Santos (pela 1.ª vez) e Pedro Martins (pela 7.ª vez) obtiveram títulos nacionais.

No caso específico dos Campeonatos de Lisboa, refira-se que será a 34.ª edição, inaugurada em 1983 na zona de Belém, em Lisboa, com vitórias de José Pinto e de Paula Gracioso e o reconhecimento mais tarde dado a Aires Denis (a prova chegou a ter a designação do seu nome), um dos “pais” da Marcha Atlética em Portugal, a par do francês Raymond Iysmal, e que acabaria por ser um dos membros da primeira Comissão Nacional de Marcha, integrada na estrutura diretiva da Federação Portuguesa de Atletismo.

Em Leiria, no espaço confinado ao Parque de Estacionamento do Estádio Municipal, as provas serão realizadas no domingo, a partir das 9 horas, com a realização dos 10 e 15 km (absolutos masculinos e femininos) e da prova extra de 20 km (absolutos de ambos os sexos), com a jornada a prosseguir ao longo da manhã com a realização de provas para os outros escalões etários.

Os regulamentos estão temporariamente disponíveis na secção «Docs», aqui.

sexta-feira, 15 de dezembro de 2017

Grande vitalidade nos campeonatos escolares australianos em Adelaide

 Katie Hayward, dorsal 84, e vários outros protagonistas no evento.
Fotos: Kerrie Peart/Heel and Toe
Montagem: O Marchador
Decorreram em Adelaide, Austrália, de 8 a 10 de Dezembro, os Campeonatos Escolares de Pista 2017 destinados a atletas das categorias etárias de sub-18, sub-16 e sub-14, um evento de grande nível organizativo, participativo (1100 atletas) e de marcas alcançadas.

Reportando à marcha atlética (sexta-feira, dia 8), um dos grandes destaques foi Katie Hayward, de Queensland, que já nos habituou com expressivos resultados, e que desta vez nem precisou bater o seu recorde pessoal nos 5.000 metros sub-18 para vencer com 22.06,65. Nos rapazes da mesma idade, impôs-se Mitchell Baker, do Australian CT, com 22.12,26, um recorde pessoal por 12 segundos, numa prova em que os 4 primeiros baixaram dos 23 minutos.

Nos sub-16, 3.000 metros, as provas mais participadas e com vários recordes pessoais, vitórias para os representantes do estado de New South Wales, Emma Blanch, com 13.41,73, e Jack McGinniskin, com 13.02,45, se bem que vendo os seus principais opositores muito próximos, como foi o caso dos segundos classificados, Allanah Pitcher (NSW, 13.45,78) nos femininos e Nelson McCutcheon (QLD, 13.05,30) nos masculinos.

Nos sub-14, também sobre 3.000 metros, Elizabeth McMillen (NSW), com 14.40,24, e Tom Hunt (ACT), com 14.10,19, venceram sem grande oposição mas não deixando de bater os seus recordes pessoais, por 13 e 17 segundos respetivamente.

Classificações
5.000 m femininos sub-18
1.ª, Katie Hayward (QLD), 22.06,65
2.ª, Jemma Peart (VIC), 24.12,32
3.ª, Alice Randall (TAS), 24.26,53
4.ª, Anna Blackwell (TAS), 25.53,43
5.ª, Bethany Cross (SA), 26.16,65
6.ª, Molly O'Neill (NSW), 26.23,47
7.ª, Teegan Pengilley (NSW), 26.33,44
8.ª, Elizabeth Henderson (ACT), 28.22,10
9.ª, Milla Rowbotham (QLD), 28.30,43
10.ª, Chloe Upton (SA), 28.38,51
11.ª, Tyla Gough (WA), 32.36,52

5.000 m masculinos sub-18
1.º, Mitchell Baker (ACT), 22.12,26
2.º, Connor Frew (ACT), 22.17,80
3.º, Tristan Camilleri (SA), 22.27,59
4.º, Timothy Fraser (ACT), 22.55,15 p.l. 30”
5.º, Kyle Bedford (NSW), 23.44,09
6.º, Ryan Thomson (NSW), 23.47,04
7.º, Toby Wilks (SA), 25.10,91
8.º, Patrick Murphy (WA), 26.47,73

3.000 m femininos sub-16
1.ª, Emma Blanch (NSW), 13.41,73
2.ª, Allanah Pitcher (NSW), 13.45,78
3.ª, Alanna Peart (VIC), 13.58,79
4.ª, Victoria Upton (SA), 14.27,01
5.ª, Olivia Sandery (SA), 14.31,53
6.ª, Hannah Bolton (NSW), 14.39,58
7.ª, Camryn Novinetz (QLD), 14.42,94
8.ª, Chloe Karagiorgos (VIC), 15.01,21
9.ª, Charlotte Hay (VIC), 15.24,47
10.ª, Hannah Manning (ACT), 15.34,75
11.ª, Alice Ritchie (Nova Zelândia), 16.17,61
12.ª, Richelle Morales (WA), 16.47,87
13.ª, Ashleigh Pringle (WA), 17.15,80
14.ª, Mia Wilks (SA), 17.23,87
15.ª, Amelia Schofield (QLD), 17.36,05
16.ª, Brianna Simmonds (NT), 20.21,71
Desclassificada: Caitlin Hannigan (QLD).

3.000 m masculinos sub-16
1.º, Jack McGinniskin (NSW), 13.02,45
2.º, Nelson McCutcheon (QLD), 13.05,30
3.º, Joe Cross (SA), 13.19,59
4.º, Cooper Anderton (WA), 13.34,07
5.º, Nikola Mandic (VIC), 13.37,34
6.º, William Robertson (TAS), 14.08,91
7.º, Bayley Campbell (TAS), 14.17,60
8.º, Hayden Blaskett (NSW), 14.26,82
9.º, William Dynes (VIC), 14.48,99
10.º, Ryan Stewart (QLD), 16.36,58
11.º, Liam Killick (SA), 16.37,27
12.º, Lachlan Bellen (SA), 17.18,56
13.º, Jayden Peak (WA), 17.41,08
14.º, Bradyn Popow (Nova Zelândia), 17.49,40
Desclassificado: Will Thompson (VIC).

3.000 m femininos sub-14
1.ª, Elizabeth McMillen (NSW), 14.40,24
2.ª, Laura Burns (ACT), 15.16,68
3.ª, Brooke Mortimore (WA), 15.42,12
4.ª, Bridget Sullivan (QLD), 15.50,13
5.ª, Kiera Ross (SA), 16.00,37
6.ª, Kitarni Upton (SA), 16.04,03
7.ª, Olivia Thomson (NSW), 16.20,40
8.ª, Sienna Andristos (WA), 16.23,74
9.ª, Mackenzie Ofield (QLD), 17.28,11
10.ª, Brianna Briet (VIC), 17.28,60
11.ª, Sidney Shaw (ACT), 17.53,14
12.ª, Kaylah Heikkila-Dubowik (VIC), 18.29,50
Desclassificada: Demi Petterwood (TAS).

3.000 m masculinos sub-14
1.º, Tom Hunt (ACT), 14.10,19
2.º, Kris Hayward (QLD), 14.49,65
3.º, Tom Jessep (NSW), 15.45,80
4.º, Raven Pyda (NSW), 16.19,07
5.º, Ryan Rivett (SA), 19.27,01
Desclassificado: Hayden Howard (SA).

Fonte: Heel and Toe

IAAF Challenge 2018 inicia-se em Monterrey, no México

71 dias para o «Memorial Jerzy Hausleber, em Monterrey.
Imagem: IAAF. Montagem: O Marchador
O evento denominado «Memorial Jerzy Hauleber» em memória de quem é considerado o «Pai da Marcha Atlética Mexicana» abrirá o Challenge Mundial de Marcha de 2018, a 24 e 25 de Fevereiro, em Monterrey, no México, conforme se encontra anunciado no «site» da Associação Internacional de Federações de Atletismo (IAAF).

Após essa competição da categoria B, seguir-se-ão outras do mesmo nível de pontuação a realizar em Portugal e Espanha, nomeadamente o 27.º Grande Prémio Internacional de Rio Maior, a 7 de Abril, e depois, o 32.º Grande Prémio «Cantones de La Coruña» a 26 de Maio.

Pelo meio, nos dias 5 e 6 de Maio, será a vez do Campeonato do Mundo de Seleções de Marcha de Taicang, na China, o evento da categoria A e mais valioso em termos de pontuação para o Challenge.

O Challenge deverá integrar ainda os campeonatos e as taças continentais (categoria C).

Aguarda-se pela regulamentação específica da IAAF para 2018, a ficar disponível aqui.

quinta-feira, 14 de dezembro de 2017

Marcha de Guadix com vitórias de Iván Pajuelo e María Pérez

A partida dos 5 km, o pódio masculino e as 3 primeiras feminina.
Fotos: Felix Villar e Guadix Ideal
Montagem: O Marchador
O XXXII Grande Prémio de Marcha Atlética Cidade de Guadix converteu-se na grande festa da especialidade em Espanha marcando a primeira prova oficial da temporada, disputado no excelente circuito citadino da Avenida Medina Olmos, constituindo motivo para homenagear postumamente Manuel Alcalde pela décima terceira vez.

A organização, que contou com o forte apoio da Câmara Municipal de Guadix e a coordenação de Jacinto Garzón, reuniu a presença de 900 participantes, 400 atletas federados e 500 não federados, estes participando numa marcha solidária de um quilómetro a favor da luta contra o cancro infantil, numa parceria com a Associação Espanhola contra o Cancro.

No plano competitivo, e no setor masculino, que se viu privado da ausência, por lesão, do atleta da casa, Alberto Amezcua, vencedor da edição do ano passado, a prova foi de muito boa qualidade registando-se a vitória de Iván Pajuelo (Fent Camí), com o tempo de 20.04, seguido de Manuel Bérmudez (UCAM), a 26 segundos, com 20.30, mas vencendo a categoria sub-23. Na terceira posição do pódio classificou-se Francisco Durán (Real Sociedad), com 20.39.

No setor feminino, também uma prova de grande qualidade técnica, María Pérez (Valência Esports) ganhou com o tempo de 21.52, o que constitui a melhor marca espanhola do ano. Com apenas mais 8 segundos que a vencedora, terminou Julia Takacs (Playas de Castellón, 22.01) seguida, na terceira posição, da francesa Emilie Menuet (22.32), que reside e treina-se em Espanha.

Classificações
5 km masculinos - geral
1.º, Ivan Pajuelo Paredes, sénior (Fent Camí Mislata), 20.04
2.º, Manuel Bermudez Jimenez, sub-23 (UCAM Athleo Cieza), 20.30
3.º, Francisco José Durán Acuña, sénior (Real Sociedad), 20.39
4.º, Pablo Oliva Requena, sub-23 (Cueva de Nerja), 20.43
5.º, Ivan Lopez Perez, sub-23 (CA Elche Decatlon), 20.52
6.º, Daniel Chamosa Dacasa, sub-23 ( - ), 21.03
7.º, Juan Antonio Porras Hidalgo, M35 (Unicaja Atletismo), 22.44
8.º, Adrian Lopez Sanchez, sénior (At. Numantino), 23.32
9.º, Miguel Periañez García, M50 (Perciana Extremadura), 23.33
10.º, Daniel Lopez Ruiz, M35 ( - ), 23.40
11.º, Antonio Camaño Mesa, M35 (Juventud Guadix), 23.50
12.º, Luis Manuel Perez Osorio, sénior (CA Fent Cami Mislata), 23.51
13.º, Juan Frco Martinamat, sub-23 (Ciudad de Motril), 24.24
14.º, Alvaro Danta Duran, sub-23 (At. Numantino), 24.30
15.º, Rafael Martin Jimenez, M35 (Cueva de Nerja), 24.42
16.º, Juan Manuel De Lucas Pasalodos, M50 (AD Marathon), 24.45
17.º, Manuel Leon Fernandez Ortiz, sub-23 (CD Surco Aventura), 24.54
18.º, Rafael Sanchez Medina, sénior (Universidad Oviedo), 25.26
19.º, Emilio Novas Barral, sub-23 (C.A. Narón), 26.12
20.º, Alejandro Bañasco Guillén, sub-18 (At. Malaga), 26.12
21.º, Manuel Jesus Ruiz Asencio, M35 (San Fernando), 26.27
22.º, Raúl López Ramírez, M35 (U.A. San Fernando), 26.33
23.º, Enrique Santisteban Fernandez, sub-23 (Cueva de Nerja), 26.40
24.º, Jose Antonio Mestre Rodríguez, M50 (Suanzes San Blas Blas), 27.03
25.º, Nicolas Iglesias Vilela, sub-18 (CA Santiago), 27.11
26.º, Jose Manuel Rodriguez Jimenez, M35 (At. Mijas), 27.49
27.º, Ernesto Velando Amor, sub-23 (At Almendralejo), 28.13
28.º, Juan Pedro Segura Fernandez, M50 (Millenium), 28.23
29.º, Francisco Julio Carmona Gordillo, M35 (Surco Aventura), 28.36
30.º, Lucio J Ruiz Domenech, sénior (Virgen de Belen), 28.50
31.º, Xoel Perez Giraldez, sub-23 (Atletismo Cuntis), 29.45
32.º, Mario Garcia Papin, sub-16 (Club Atletismo Sada), 30.02
33.º, Manuel Pérez Bogas, M50 (J.A. Guadix), 30.14
34.º, Francisco Javier Ramos Caballero, M35 (Trotacalles Cordoba), 31.01
35.º, Claudio Velando Castan, M50 (At Almendralejo), 31.46
36.º, Manuel Aguilar Garcia, M50 (Juventud Guadix), 32.08
37.º, Ismael Diaz Sanchez, sub-16 (Club Atletismo Sada), 32.34
38.º, Alvaro Molina Poley, sub-18 (Virgen de Belen), 32.56
39.º, Francisco García Ortega, M50 (J.A. Guadix), 33.36
40.º, Jose Verdu Ros, M50 (Millenium), 33.51
41.º, Nicolas Blanco Lopez, sub-16 (Atletismo Cuntis), 37.29
42.º, Jose Manuel Raya Medina, M50 (J.A. Guadix), 38.39

5 km femininos - geral
1.ª, Maria Perez Garcia, sub-23 (Valencia Esports), 21.52
2.ª, Julia Takacs Nyerges, sénior (Playas de Castellon), 22.01
3.ª, Emilie Menuet, sénior (França), 22.32
4.ª, Amanda Cano Gómez, sénior (Ucam Athleo Cieza), 23.02
5.ª, Maria Larios López, sénior (Ucam Athleo Cieza), 23.55
6.ª, Lluna Capdevila Marza, sub-23 ( - ), 24.27
7.ª, Carolina Fontoura Moreno, sub-23 (J.A. Guadix), 26.39
8.ª, Carmen Mercedes Hernandez Burgos, W35 (Super Amara BAT), 27.26
9.ª, Paula Santidrian Solana, sub-23 (Image FDR), 28.33
10.ª, Carmen Martín Piñuela, W50 (Suanzes San Blas), 28.36
11.ª, Virginia Humanes Portillo, W35 (Ohmio Arahal), 29.32
12.ª, Julia López Marrón, sub-16 (C.D.Ohmio Arahal), 29.32
13.ª, Desiree Climent Chafer, W50 (Playas de Castellon), 29.51
14.ª, Maria Jose Briz Rodriguez, W50 (Linze Parla), 30.20
15.ª, Yamila Monica Rosales Vanella, sub-23 (Rincon Fertilidad), 30.21
16.ª, Sainza Rodriguez Martín, sub-18 (C.S.C.R. Beade), 30.24
17.ª, Sonia Gonzalez Nogues, sub-16 (At Almendralejo), 30.27
18.ª, Indira Natalia Cabrera Lascano, sénior (Equador), 31.02
19.ª, Maria Aboy Ruibal , sub-16 (Atletismo Cuntis), 31.05
20.ª, Emma Foix Ruiz, sub-16 (Playas de Castellon), 31.15
21.ª, Catherine Duhig, W60 (Millenium), 31.17
22.ª, Paula Ordoñez Castro, sub-18 (Atletismo Cuntis), 31.28
23.ª, Natividad Vidal Aleu, W35 (San Fernando), 31.32
24.ª, Luna Vidal Rojas, sub-16 (C.D.Ohmio Arahal), 31.36
25.ª, Eva González Klochko, sub-16 (C. Edm. Cayon Helios Dica), 31.54
26.ª, Paula Balugo Rojo, sub-16 (A.D. Marathon), 32.13
27.ª, Maria Nieves Camaño Mesa, W35 (Juventud Guadix), 32.35
28.ª, Carla Serra Montoya, sub-16 (Atletisme Dianium), 32.56
29.ª, Ana Gonzalez Gomez, W35 (At. Moralzarzal), 36.08
30.ª, Ascensión Sierra Marcos, W35 (J.A. Guadix), 36.22
31.ª, Rocio Jiménez Poyatos, sub-16 (J.A. Guadix), 36.22
32.ª, Sonia Carmen Hernández Vico , W35 (J.A. Guadix), 36.22
33.ª, Vanesa Varela Rivas, sub-23 (CA Santiago), 38.52

Guadix foi palco do Campeonato de Espanha de Inverno de Promoção

Em Guadix, Jacinto Garzón em locução especializada e os campeões
sub-16, sub-18 e sub-20. Fotos: José Ignacio Lucas
Montagem: O Marchador
José Manuel Pérez (Juventud Guadix) e Leyre Aramburu (CA Valladolid-U.Va), nos sub-20, Pedro Conesa (Nutriban Atl Alcantarilla) e Iria Rivas (At. Femenino Celta), nos sub-18, e Pablo Pastor (Atletismo Cuenca) e Lucía Redondo (Atletismo Alcorcón), nos sub-16, sagraram-se campeões de Espanha nas respectivas categorias, domingo passado (dia 10) em Guadix, por ocasião do sétimo Campeonato de Inverno de Promoção realizado pela terceira vez (antes em 2012 e 2014) naquela cidade na província de Granada.

Nos sub-20, 5 km, José Manuel Pérez teve triunfo folgado nos masculinos, com 21.27, à frente de Eloy Hornero (Playas de Castellon, 22.41) e Álvaro López (At. Fuenlabrada, 22.52), enquanto nos femininos, Leyre Aramburu, com 24.55, suplantava, com surpresa, a sua colega de clube Antia Dacasa (25.11) que, por sua vez, se adiantou por 2 segundos a Gemma Mora (CA Sant Just, 25.13), a terceira classificada.

Nos sub-18, 5 km, provas largamente participadas, com 50 atletas (masc. e fem.) chegados, Pedro Conesa registou 22.09, seguido no pódio por José Manuel Naranjo (At. Almendralejo, 22.15) e José Mestre (Grupompleo Pamplona At., 22.19), com os 7 primeiros masculinos a baixaram dos 23 minutos. Nos femininos, Iria Rivas venceu com a mesma marca da primeira sub-20 (24.55), sendo segunda e terceira classificadas Ana Pulgarin (At. Almendralejo, 25.43 e Sofía Rodriguez (Atletismo Guadix, 25.54).

Finalmente nos sub-16, com 5 km masculinos e 3 km femininos, os cronómetros marcaram à chegada 23.18 para Pablo Pastor e 15.14 para Lucía Redondo. Completaram os pódios, Juan Soto (Juventud Guadix, 24.17) e Raúl Jimeno (Simply-Scorpio 71, 24.30), nos masculinos, e Candela López-Osa (Suanzes San Blas, 15.30) e Silvia Villar (Atletismo Alcorcón, 16.01), nos femininos.

105 atletas de 53 clubes concluíram as diferentes provas do campeonato, cujos mínimos de acesso foram os seguintes: sub-20, M 25.00/F 26.30, sub-18, M 26.00/F 27.30 e sub-16, M 28.00, F 16.30.

As classificações completas estão disponíveis aqui.

quarta-feira, 13 de dezembro de 2017

Augusto Cardoso em dia de aniversário

Augusto Cardoso. Foto: fb do próprio
Um dos mais carismáticos marchadores da seleção portuguesa, que representou entre 1988 e 2012, Augusto Cardoso completa hoje 47 anos de idade. Iniciado na marcha atlética pelas mãos de José Magalhães, outra das grandes referências do atletismo luso, deu as primeiras passadas no Atlético Clube Alfenense, onde passou grande parte da sua carreira desportiva. Representaria ainda o Boavista Futebol Clube, o Futebol Clube do Porto, o Sport Lisboa e Benfica, a Associação Desportiva Recreativa e Educativa da Palhaça e a Associação Cultural e Recreativa Senhora do Desterro.

Vestiu a camisola de Portugal por 34 vezes, a primeira das quais na Corunha em 1988, por ocasião de um Encontro Internacional de Seleções, sendo ainda juvenil. Participou nos Campeonatos da Europa de 2002 e 2010, nos Campeonatos do Mundo de 1999, 2007 e 2009 e nos Jogos Olímpicos de Pequim de 2008.

De permeio, ressalta a qualidade do contributo dado às seleções nacionais em Taças da Europa e do Mundo de que foi parte ativa nas posições de finalista (oito primeiros) que o país conquistou, num deles roçando a medalha de bronze. À data em que participou na sua última Taça do Mundo de Marcha era dos atletas, no mundo inteiro, com maior número de presenças. Para a história, fica aqui o registo das onze participações no evento: 1989, 1991, 1995, 1997, 1999, 2002, 2004, 2006, 2008, 2010 e 2012.

A Augusto Cardoso os nossos PARABÉNS e o reconhecimento da comunidade da marcha atlética pelos relevantes serviços prestados ao desporto e à Seleção Nacional.

Berlim 2018 com 50 km femininos

Montagem: O Marchador
A Associação Europeia de Atletismo (AEA) anunciou hoje a introdução da prova de 50 km marcha femininos no programa dos Campeonatos da Europa de Atletismo, evento que se realizará em Berlim, na Alemanha, em Agosto do próximo ano.

A prova disputar-se-á em conjunto com a dos 50 km masculinos, marcada para o primeiro dia dos campeonatos, 7 de Agosto, pelas 8.35 horas, com os mínimos de acesso fixados em 4.50.00, ou 1.39.00 nos 20 km, sendo as marcas válidas se obtidas no período entre 1 de Janeiro de 2017 e 30 de Julho de 2018.

Em nota complementar, a AEA informa que os atletas (admite-se masculinos e femininos) terão um limite de 5 horas para concluírem a distância dos 50 km, sendo retirados da prova caso não o consigam. Contudo, nesta situação, esses atletas serão classificadas pela ordem que ocupavam quando da paragem e imediatamente a seguir a quem tenha terminado dentro do tempo limite.

Depois dos Campeonatos do Mundo de Atletismo de Londres-2017 em que Inês Henriques se sagrou campeã e recordista mundial, sendo a única europeia a competir na prova (7 participantes), e depois deste atempado anúncio feito pela AEA, espera-se agora uma maior adesão de marchadoras do velho continente.

Consulte o documento da AEA com mínimos de acesso, aqui.

Irlandeses Veronica Burke e Alex Wright vencem campeonatos de 20 km

O pódio feminino, e a liderança masculina no St. Anne's Park.
Fotos: Athletics Ireland, Galway Athletics e Alex Wright
Montagem: O Marchador
Veronica Burke, do Ballinasloe e District Athletic Club, e Alex Wright, do Leevale Athetic Club, conquistaram os títulos da Irlanda de 20 km marcha em estrada por ocasião dos campeonatos nacionais realizados no passado sábado (dia 9), com muito frio, em St. Anne's Park, no bairro de Raheny, um dos parques mais bonitos de Dublin.

Nos femininos, Veronica Burke, de 21 anos de idade, obteve a marca de 1.47.10, ela que tem como melhor marca 1.46.04 conseguida em Leeds em Junho passado. Burke superou por 30 segundos a internacional Kate Veale, do West Waterford A.C. (1.47.40), que pouco a pouco vai regressando às lides competitivas da disciplina. Com a mesma marca, 2.03.54, classificaram-se na terceira posição como sénior, Rachel Glennon (Mullingar Hrs AC) e na primeira como sub-20, Orlaith Donoghue (Sligo AC).

Na prova masculina do evento organizado pela Federação Irlandesa de Atletismo e pelo Raheny Shamrock Athletic Club, foi interessante a disputa entre os internacionais Alex Wright e Cian McManamon, do Westport AC, com vantagem para o primeiro, com 1.32.05 contra 1.32.32. O veteraníssimo Sean McMullen, do Mullingar Harriers, com 2.08.06, foi o terceiro classificado dos campeonatos. O português Francisco Reis participou extra-competição, sendo cronometrado em 1.43.50.

O programa contemplou igualmente os 30 km, prova que não teve concorrentes.

Consulte aqui as classificações de outras provas para diferentes escalões etários.

terça-feira, 12 de dezembro de 2017

Edna Barros destaca-se em Lagoa (Algarve)

Edna Barros, o organizador Hélder Bacalhau e o pódio colectivo.
Fotos: Roberto Raposo/Clube de Atletismo de Tunes
Montagem: O Marchador
Edna Barros, sub-23 do Clube Oriental de Pechão, foi a atleta em maior destaque no I Troféu CAT Clube Marchador que decorreu no sábado, na Pista de Atletismo do Parchal, em Lagoa, ao vencer a prova extra de 5.000 metros marcha com o tempo de 23.22,32, com passagem aos 3.000 metros, a contar para o troféu, em 14.15,46. Nas segunda e terceira posições absolutas classificaram-se a sub-23 Laura Leal (CO Pechão), com 24.46,88 (t.p. 3.000 m, 15.14,69) e a sub-20 Maria Bernardo (CO Pechão), com 24.53,88 (t.p. 15.08,95).

Nas outras provas do programa, realce-se para as vitórias em Infantis, de Carolina Ataíde (CA Tunes), nos 2.000 m, com 11.19,14, e João Santos (CA Tunes), nos 3.000 m, com 17.55,43, em Iniciados, de Ana Catarina Mestre (CO Pechão) nos 3.000 m, com 15.42,25 e de Tiago Ramos (CA Tunes), nos 4.000 m, com 20.07,81, e ainda do sub-20 Rodrigo Marques (CO Pechão) na principal prova masculina de 5.000 m, com 23.28,38.

Coletivamente e considerando todas as provas que o programa contemplava, o Torneio foi ganho pela equipa organizadora, o Clube de Atletismo de Tunes, com 352 pontos, seguindo-se, nos lugares imediatos, o Clube Oriental de Pechão (188) e o Centro Desportivo de Quarteira (120), de facto as coletividades que registam no Algarve um maior protagonismo na marcha atlética.

Os resultados completos do evento podem ser consultados aqui.

Ainda voltando a Edna Barros, uma das mais promissoras marchadoras portuguesas da atualidade, registe-se o facto de a atleta ter estabelecido um novo recorde pessoal na distância, que antes estava fixado em 23.50,00, tempo marcado na passagem para os 10.000 metros dos Campeonatos de Portugal de Pista, disputados em Vagos (Aveiro) a 10 de junho deste ano.

A lista das 10 melhores de todos os tempos na distância em pista, de acordo com as «Estatísticas do Atletismo Português», por Manuel Arons de Carvalho, é a seguinte:

5.000 m Marcha (Pista)
20.40,24* Susana Feitor (CN Rio Maior) 2001
21.01,43 Vera Santos (JOMA) 2010
21.22.23** Ana Cabecinha (CO Pechão) 2015
21.32,08 Inês Henriques (CN Rio Maior) 2014
21.59,16 Maribel Gonçalves (CS Marítimo) 2004
22.13,23 Sofia Avoila (CD Montijo) 1995
22.43,0m Isilda Gonçalves (CD Montijo) 2001
22.48,67 Daniela Cardoso (Leiria MA) 2016
23.20,8m Isilda Jorge (CN Rio Maior) 1995
23.22,32 Edna Barros (CO Pechão) 2017
Em estrada: * 20.37 (2001); ** 21.21 (2012)

Guatemaltecos dominam na marcha dos Centro-americanos

Imagens da marcha nos Jogos Centro-americanos em Manágua.
Fotos: CCC / Jairo Cajina. Montagem: O Marchador
Três provas, três medalhas de ouro, constituíram os expressivos resultados alcançados pelos marchadores da Guatemala nas provas de marcha dos Jogos Centro-americanos que tiveram lugar neste fim-de-semana em Manágua, capital da Nicarágua.

Erick Barrondo, o nome mais sonante do desporto guatemalteco – medalha de prata nos 20 km marcha dos Jogos Olímpicos de Londres, em 2012 – venceu os 20 km com a marca de 1.26.41 e alcançou um novo recorde dos campeonatos juntando à coleção a sua primeira e única medalha no evento. O anterior recorde (1.27.45) estava na posse do seu compatriota, Julio Martinez, a primeira grande referência daquele país centro-americano no plano internacional pois chegou a alcançar um recorde mundial. José María Raymundo (Guatemala, 1.30.34) e Yassir Ameth Cabrera (Panamá, 1.33.40) fecharam o pódio da prova.

Na prova feminina dos 20 km, e como se antevia, triunfou Mirna Ortíz, da Guatemala, também com recorde dos campeonatos. A esposa de Barrondo fez 1.35.14 destronando a marca da sua compatriota Natividad Collado quando esta venceu na edição de 2001, com o tempo de 1.40.29. As compatriotas Mayra Carolina Herrera (1.35.46) e Maritza Rafaela Poncio (1.38.00) conquistaram as restantes medalhas.

Nos 35 km masculinos e para que tudo ficasse em família, o irmão de Erick, Bernardo Barrondo, não deixou os seus créditos por pernas alheias levando a melhor sobre a concorrência com a marca vitoriosa de 2.46.39, pulverizando o anterior recorde de 2.55.34, obtido no distante ano de 1997 por um dos pioneiros da marcha guatemalteca (a par de Hugo López), Julio Cesar Urias e que na edição deste ano do grande prémio de Rio Maior acompanhou a delegação do seu país, agora na qualidade de treinador. Em Manágua, a medalha de prata foi entregue a Jose Leonidas Romero, das Honduras, com 2.57.21, e a de bronze a Luis Angel Sánchez, da Guatemala, com 3.05.44.

Particularmente satisfeito após os 35 km estava também o hondurenho Jose Leonidas Romero, vencedor em Portugal em Novembro passado (Grande Prémio das Galinheiras), para quem a conquista da medalha de prata nos Jogos foi uma surpresa. A «O Marchador» Leo referiu que todos os adversários detinham marcas bem melhores que a sua e que face às condições atmosféricas, com muito calor, em especial nos últimos 15 km que foram duríssimos, importava saber «ler» a competição. Foi o que fez, resguardando-se na parte inicial da prova. No final manifestou-se muito contente!

Colaboração: Leo Romero

Classificações
35 km masculinos
1.º, Bernardo Uriel Barrondo García, 1993 (Guatemala), 2.46.39
2.º, Jose Leonidas Romero, 1983 (Honduras), 2.57.21
3.º, Luis Angel Sánchez Pérez, 1993 (Guatemala), 3.05.44
Desistente: Luis Alfonso López Menjívar, 1994 (El Salvador).

20 km masculinos
1.º, Erick Bernabé Barrondo García, 1991 (Guatemala), 1.26.41
2.º, José María Raymundo Cox, 1993 (Guatemala), 1.30.34
3.º, Yassir Ameth Cabrera López, 1988 (Panamá), 1.33.40
4.º, Osman Antonio Flores Suazo, 1983 (Nicaragua), 1.39.20
5.º, Frank Alberto Hernández Silva, 1999 (El Salvador), 2.16.13

20 km femininos
1.ª, Mirna Sucely Ortíz Flores, 1987 (Guatemala), 1.35.14
2.ª, Mayra Carolina Herrera Pérez, 1988 (Guatemala), 1.35.46
3.ª, Maritza Rafaela Poncio Tzul, 1994 (Guatemala), 1.38.00
4.ª, María Cortez Blandón, 1998 (Nicaragua), 1.45.59
5.ª, Yesenia Ivania Miranda Rivas, 1994 (El Salvador), 1.51.08
6.ª, Glenda Úbeda Blandón, 1987 (Nicaragua), 1.56.04

segunda-feira, 11 de dezembro de 2017

Vitórias natalícias em Lisboa de Kristina Saltanovic e Pedro Isidro

A frente dos 5 km masc./fem. na Avenida da Liberdade, em Lisboa.
Fotos: Erica Dias e Zé Gaspar/Atletismo Magazine
Montagem: O Marchador
O Grande Prémio de Natal, o evento mais antigo de marcha que se realiza em Portugal, conheceu ontem (dia 10), em Lisboa (Avenida da Liberdade - Praça dos Restauradores), mais uma edição, a 39.ª, tendo como vencedores absolutos das provas de 5 km os olímpicos Kristina Saltanovic, da Juventude Vidigalense, e Pedro Isidro, do Sport Lisboa e Benfica.

Kristina Saltanovic (W40), que registou o seu oitavo triunfo no evento (2004-05-09-11-12-15-16-17), obteve a marca de 23.36, à frente da também veterana Felicidade Rosa (W35), do CA Galinheiras, com 26.58, e da sub-20 do JOMA, Andreia Reis, com 29.27.

Pedro Isidro, que somou a sua terceira vitória (2012-16-17), cortou a meta com a marca de 21.21, sendo seguido nas segunda e terceiras posições pelos sub-20 Paulo Martins, com 22.00, e Sidney Santos, com 23.22, ambos do Sporting CP. 12

Nos escalões mais jovens, venceram, nos benjamins (1 km), Flávia Rocha e Pedro Sousa, ambos do GDS Domingos, nos infantis (1 km), Irina Martins, do CA Galinheiras, e Guilherme Rodrigues (Sporting CP), nos iniciados (3 km), Leandro Francisco (CA Galinheiras) e nos juvenis (3 km), Catarina Santos (Sporting CP).

Participaram 41 marchadores de 14 clubes, nestes destacando-se a adesão mais expressiva do CA Galinheiras, com 12 atletas, e do GDS Domingos, com 11. Os números estão ainda longe do desejável mas ainda assim bem superiores aos registados em 2016 (18 atletas de 7 clubes), enaltecendo-se nesta edição o desempenho organizativo e a consequente dignificação da disciplina.

Classificações
5 km masculinos - geral
1.º, Pedro Isidro (SL Benfica), 21.21
2.º, Paulo Martins (Sporting CP), 22.00
3.º, Sidney Santos (Sporting CP), 23.22
4.º, Luís Silva (Leiria MA), 23.31
5.º, André Antunes (C Benfica Faro), 24.49
6.º, Ricardo Santos (GDP Chão Duro), 25.14
7.º, Paulo Cunha (GDS Domingos), 27.46
8.º, Alexandre Monteiro (UA Povoense), 29.28
9.º, Paulo Ramos (CA Galinheiras), 29.51
10.º, Francisco Mimoso (CA Galinheiras), 31.43
11.º, Joaquim Leitão (GDS Domingos), 32.36
12.º, Gonçalo Rebelo (GDS Domingos), 33.41

5 km femininos - geral
1.ª, Kristina Saltanovic (J Vidigalense), 23.36
2.ª, Felicidade Rosa (CA Galinheiras), 26.58
3.ª, Andreia Reis (JO Monte Abraão), 29.27
4.ª, Maria Orlete Mendes (CA Galinheiras), 30.57
5.ª Ana Macedo (UA Povoense), 33.50
6.ª, Teresa Sousa (GDS Domingos), 34.37
7.ª Maria Filomena Moura (Grupo MC Jamor), 36.04
8.ª, Maria João Azevedo (Grupo MC Jamor), 37.58
9.ª, Teresa Medeiros (GDS Domingos), 41.44

3 km masculinos – sub-16 e sub-18
1.º, Leandro Francisco (CA Galinheiras), 18.37 – sub-16

3 km femininos – sub-16 e sub-18
1.ª, Catarina Santos (Sporting CP), 17.03 – sub-18
2,ª, Inês Pinto (SC Reboleira e Damaia), 19.44 – sub-18
3.ª, Jéssica Sousa (GDS Domingos), 19.54 – sub-18
4.ª, Inês Dias (ACR Mealhada), 22.30 – sub-18

1 km masculinos – sub-12 e sub-14
1.º, Guilherme Rodrigues (Sporting CP), 5.12 – sub-14
2.º, Santiago Xavier (S Leões Almada), 5.13 – sub-14
3.º, Gonçalo Martins (CA Galinheiras), 6.09 – sub-14
4.º, Pedro Sousa (GDS Domingos), 6.52 – sub-12

1 km femininos – sub-12 e sub-14
1.ª, Irina Martins (CA Galinheiras), 5.42 – sub-14
2.ª, Estefânia Rebelo (GDS Domingos), 5.51 – sub-14
3.ª, Valentina Cantea (CA Galinheiras), 6.21 – sub-14
4.ª, Miriam Fernandes (CA Galinheiras), 6.21 – sub-14
5.ª, Miriana Fernandes (CA Galinheiras), 6.25 – sub-14
6.ª, Mariana Fernandes (CA Galinheiras), 6.33 – sub-14
7.ª, Sara Sarmento (ACR Mealhada), 6.48 – sub-14
8.ª, Flávia Rocha (GDS Domingos), 7.13 – sub-12
9.ª, Leandra José (GDS Domingos), 7.17 – sub-12
10.ª, Carolina Braga (GDS Domingos), 7.20 – sub-12
11.ª, Lara Araújo (CA Galinheiras), 8.05 – sub-12