sexta-feira, 28 de fevereiro de 2020

Campeonatos da Hungria de Pista Coberta 2020 (resultados)

As provas de marcha no SYMA em Budapeste, com os vencedores
Bence Venyercsán e Barbara Kovács, ambos exibindo o dorsal 8.
Imagens de vídeo MASZ. Montagem: O Marchador
Bence Venyercsán, do BHSE, e Barbara Kovács, Békéscsabai AC, obtiveram os títulos nacionais húngaros nas provas de marcha dos campeonatos absolutos de pista coberta realizados nas instalações do SYMA, em Budapeste (22-23/2).

Nos 5.000 metros masculinos, prova realizada no 1.º dia dos campeonatos, Venyercsán obteve um novo recorde pessoal de 19:51.95, à frente do seu colega de equipa Miklós Domonkos Srp, com 20:47.54, e do sub-20 Máté Ferenc Varga, do Hunyadi DSE, com 21:14.34, recorde pessoal.

Nos 3.000 metros femininos, no 2.º dia, Barbara Kovács, foi cronometrada em 13:31.83, cortando a meta 10 segundos antes de Rita Récsei, do BHSE (13:41.96). A sub-18 Tiziana Kinga Spiller, também do BHSE, fechou o pódio absoluto, com 14:21.76.

Classificações
5.000 m masculinos (22/2)
1.º, Bence Barnabás Venyercsán, 1996 (BHSE), 19:51.95
2.º, Miklós Domonkos Srp, 1993 (BHSE), 20:47.54
3.º, Máté Ferenc Varga, 2002 (Hunyadi DSE), 21:14.34
4.º, Dávid Tokodi, 1991 (FTC), 21:51.39
5.º, Levente Gonda, 2003 (BHSE), 22:12.00
6.º, Norbert Tóth, 2001 (Hunyadi DSE), 23:26.09
7.º, Vencel Levente Gál, 2001 (Miskolci Sportiskola), 23:43.71
8.º, Dávid Varga, 2001 (Miskolci Sportiskola), 24:40.88

3.000 m femininos (23/2)
1.ª, Barbara Kovács, 1993 (Békéscsabai AC), 13:31.83
2.ª, Rita Récsei, 1996 (BHSE), 13:41.96
3.ª, Tiziana Kinga Spiller, 2003 (BHSE), 14:21.76
4.ª, Dorottya Mészáros, 2004 (UTE), 15:26.01

quinta-feira, 27 de fevereiro de 2020

Campeonatos de Veteranos de pista coberta da Polónia (resultados)

O pódio W50, com Alicja Lisowska ao centro, e prova masculina com
Grzegorz Grinholc (dorsal 83). Fotos: Grzegorz Grinholc
e PZLAM - Polski Związek Lekkiej Atletyki Masters.
Montagem: O Marchador
Meio milhar de atletas tomaram parte na 29.ª edição dos Campeonatos de Veteranos de Pista Coberta da Polónia realizada em Torun, domingo passado (22/2), com 38 a alinharem nas provas de marcha sobre 3.000 m para masculinos (28) e femininos (10).

O principal destaque vai para o setor feminino pela queda do recorde nacional da categoria W50 através de Alicja Lisowska, que hoje é aniversariante (51 anos), com 15:45.68, a melhor marca absoluta entre todas as concorrentes. Também se afigura a marca de maior valia pela tabela de graduação internacional, correspondendo a 13:37.82 (1031 pontos).

Nos masculinos, Grzegorz Grinholc, da categoria M40, obteve o melhor registo cronométrico absoluto, com 14:02.10, enquanto a marca de maior graduação internacional era conseguida pelo M70 Bogusław Seidel, com 15:45.56, equivalente a 11:22.51 (1139 pontos).

Para além dos atletas nacionais, as provas de marcha tiveram participação estrangeira, 6 da Bielorrússia e 1 da Grã-Bretanha.

Classificações
3.000 m femininos
W40
1.ª, Sylwia Pasińska-Skowron, 1977 (Pruszyński S.T.), 21:50.20 - tab. 20:27.66 - 517 pts
W45
1.ª, Katarzyna Śleziona, 1970 (Bieruń), 17:02.29 - tab. 15:21.70 - 884 pts
W50
1.ª, Alicja Lisowska, 1969 (Grudziądz), 15:45.68 - tab. 13:37.82 - 1031 pts
2.ª, Jolanta Morawczyńska, 1968 (MUKLA D.Korzen.), 16:39.84 - tab. 14:24.66 - 964 pts
3.ª, Agnieszka Mielecka, 1969 (KS IDMAR R. TEAM), 17:08.13 - tab. 14:49.13 - 929 pts
4.ª, Katarzyna Wolniewicz, 1970 (TL Pogoń R.Śląska), 19:09.12 - tab. 16:33.76 - 789 pts
5.ª, Valiantsina Aksinushkina, 1970 (Rahaczou), 23:00.60 - tab. 19:53.94 - 553 pts
W60
1.ª, Janina Łuniewska, 1959 (Reda), 18:08.44 - tab. 14:16.60 - 975 pts
2.ª, Kim Forbes, 1957 (Edynburgh/GBR), 21:37.49 - tab. 17:01.12 - 754 pts
W70
1.ª, Janina Woronko-Zaczyńska, 1946 (KS M.Polkowice), 23:38.42 - tab.16:38.00 - 784 pts

3.000 m masculinos
M35
1.º, Michał Mrówka, 1984 (Gdańsk), 20:40.70 - tab. 20:04.72 - 301 pts
2.º, Marcin Hałas, 1984 (Czechowice-Dziedzice), 23:12.70 - tab. 22:32.31 - 161 pts
3.º, Tomasz Niejadlik, 1980 (Rally and Race), 23:15.10 - tab. 22:34.64 - 159 pts
M40
1.º, Grzegorz Grinholc, 1977 (Rumia), 14:02.10 - tab. 13:11.24 - 920 pts
2.º, Marcin Radomski, 1976 (Płock), 20:55.30 - tab. 19:39.48 - 329 pts
M45
1.º, Uladzimir Halambouski, 1971 (Minsk/BLR), 16:00.90 - tab. 14:31.34 - 774 pts
2.º, Adam Śleziona, 1973 (Bieruń), 16:36.50 - tab. 15:03.63 - 719 pts
3.º, Jarosław Nurkiewicz, 1971 (KFPandy 3 Bydgoszcz), 17:58.80 - tab. 16:18.26 - 599 pts
4.º, Bogdan Cyrus, 1970 (Victoria Strzebiń), 18:30.50 - tab. 16:47.00 - 556 pts
M50
1.º, Jaroslaw Willma, 1967 (Brzoza biega), 16:31.70 - tab. 14:25.36 - 785 pts
2.º, Aliaksandr Aksinushkin, 1968 (Rogaczou/BLR), 18:00.80 - tab. 15:43.11 - 654 pts
3.º, Piotr Płoskoński, 1965 (Strzałków), 20:14.50 - tab. 17:39.77 - 480 pts
M55
1.º, Leanid Semianovich, 1962 (Minsk/BLR), 14:32.30 - tab. 12:10.12 - 1040 pts
2.º, Anton Mashkevich, 1963 (Minsk/BLR), 14:36.20 - tab. 12:13.38 - 1034 pts
3.º, Stefan Molski, 1962 (Rybnik), 16:32.40 - tab. 13:50.64 - 847 pts
4.º, Siarhei Aliashkevich, 1962 (Karnadz/BLR), 17:47.80 - tab. 14:53.75 - 736 pts
5.º, Mariusz Kieling, 1961 (Barwice), 19:48.30 - tab. 16:34.61 - 574 pts
6.º, Krzysztof Góralski, 1964 (Toruń), 20:20.20 - tab. 17:01.31 - 535 pts
M60
1.º, Zbigniew Kwita, 1959 (Przeźmierowo), 16:00.84 - tab. 12:48.67 - 964 pts
2.º, Waldemar Małecki, 1958 (Bieruń), 16:11.14 - tab. 12:56.91 - 948 pts
3.º, Mirosław Łuniewski, 1957 (UKS Jedynka Reda), 16:42.73 - tab. 13:22.18 - 900 pts
4.º, Ryszard Harasiński, 1956 (Łódź), 18:07.60 - tab. 14:30.08 - 777 pts
M65
1.º, Edward Gołębiewski, 1950 (Pobiedziska), 18:51.22 - tab. 14:21.54 - 792 pts
2.º, Ryszard Dembkowski, 1953 (Toruń), 19:04.18 - tab. 14:31.41 - 774 pts
3.º, Leszek Gamracy, 1950 (Gliwice), 22:40.88 - tab. 17:16.45 - 513 pts
M70
1.º, Bogusław Seidel, 1949 (Bytom), 15:45.56 - tab. 11:22.51 - 1139 pts
2.º, Ryszard Skąpski, 1946 (Stargard), 23:27.01 - tab. 16:55.58 - 543 pts
3.º, Bogdan Grygorowicz, 1949 (KS Metraco Polkowice), s/t

Ouro e prata para marchadores portugueses no mundial (VIRTUS) de pista coberta

Partida da marcha e respetivos pódios no mundial de Torun, Polónia.
Foto de Mathias Baudet e imagens de vídeo fb Joana Campos.
Montagem: O Marchador
A prova de 3.000 metros marcha (mista) do Campeonato do Mundo de Atletismo VIRTUS (World Intellectual Impairment Sport) em pista coberta, ontem (26/2) realizada em Torun, na Polónia, proporcionou à seleção portuguesa a conquista de medalhas, de ouro através de Afonso Roll, com 14:51.81, e de prata por Joana Campos Silva, com 18:16.91.

Afonso Roll esteve sempre na liderança, percorrendo os 1.000 metros em 4:47.89, os 2.000 m em 9:51.35 (parcial de 5:03.46), concluindo os últimos 1.000 metros em 5:00.46. Joana Silva ainda comandou destacada na passagem dos 1.000 metros em 5:43.18.

Nos masculinos, e a cerca de 2 segundos, classificou-se na segunda posição o francês Mathias Baudet, com 14:53,69, enquanto nos femininos sagrava-se campeã mundial a também francesa Virgine Dreux, com 17:36.66.

quarta-feira, 26 de fevereiro de 2020

Evin Demir (Turquia) e Davide Finocchietti (Itália) vencem marcha no Encontro Sub-20 de Minsk

Vencedores e pódios da marcha nos sub-20 em Minsk.
Fotos: BFLA. Montagem: O Marchador
A turca Evin Demir e o italiano Davide Finocchietti triunfaram nas provas de marcha de 5.000 metros em pista coberta que ontem (25/2) tiveram lugar em Minsk, capital da Bielorrússia, integradas no importante Encontro Internacional de Atletismo Sub-20, que tem lugar desde há três anos, com um programa composto de 12 provas (um atleta por país) e ainda por uma estafeta mista, e que este ano reuniu as seleções nacionais do Azerbaijão, Bielorrússia, Espanha, Estónia, Israel, Itália, Cazaquistão, Letónia, Lituânia, Polónia, Turquia e Ucrânia.

Nos 5.000 metros marcha femininos (usualmente, na categoria júnior, a prova é disputada na distância de 3.000 metros) venceu a turca Evin Demir, que registou o tempo de 22:39.71 o qual representa um recorde pessoal na distância considerando que em pista ao ar livre a atleta possuía como melhor tempo 23:25.54, obtido aquando dos Jogos Olímpicos da Juventude, realizados em Buenos Aires, a 12 de outubro de 2018. Na segunda posição classificou-se Hanna Zubkova, atleta da Bielorrússia, com a marca de 22.43,68, repetindo a classificação de 2019, e na terceira posição a italiana Sara Buglisi, com 23.01,30.

Nos 5.000 metros marcha masculinos, Davide Finocchietti, de Itália, venceu com grande categoria no tempo de 20:32.94, um excelente recorde pessoal (o anterior era dos Jogos Olímpicos da Juventude, em pista ao ar livre com 20:51.96) e que o leva para nona posição italiana de todos os tempos na categoria, isto depois de um ano de 2019 marcado por lesões, bons indícios para este atleta de Livorno que em 2018 se sagrara campeão europeu Sub-18 e volta a Minsk, em maio próximo, para o Mundial de Seleções. Na segunda posição classificou-se o bielorrusso Anton Bildziuha, com 20.52,4 e no terceiro lugar o espanhol Pedro Conesa (vencera na edição de 2019), com 20.58,5.

Classificações
5.000 m masculinos
1.º, Davide Finocchietti, 1 (ITA - Itália), 20.32,94
2.º, Anton Bildziuha, 1 (BLR - Bielorrússia), 20.52,48
3.º, Pedro Conesa, 1 (ESP - Espanha), 20.58,58
4.º, Danila Pukala, 1 (BLR - Bielorrússia), 21.22,49
5.º, Serhat Güngör, 2 (TUR - Turquia), 21.37,42
6.º, Mykola Rushchak, 3 (UKR - Ucrânia), 22.07,25
7.º, Kamil Piecuch, 3 (POL - Polónia), 23.26,26
8.º, Raivo Liniņš, 3 (LAT - Letónia), 23.38,28
9.º, Artur Djatšuk, 4 (EST - Estónia), 25.39,09
Desclassificado: Ignas Dumbliauskas, 3 (LTU - Lituânia).

5.000 m femininos
1.ª, Evİn Demİr, 1 (TUR - Turquia), 22.39,71
2.ª, Hanna Zubkova, 1 (BLR - Bielorrússia), 22.43,68
3.ª, Sara Buglisi, 1 (ITA - Itália), 23.01,30
4.ª, Dana Marozava, 1 (BLR - Bielorrússia), 23.14,15
5.ª, Jekaterina Mirotvortseva, 2 (EST - Estónia), 23.30,66
6.ª, Ana Pulgarin, 1 (ESP - Espanha), 24.42,98
7.ª, Kristina Morozova, 1 (KZK - Cazaquistão), 25.19,96
8.ª, Kateryna Tokarchuk, 3 (UKR - Ucrânia), 25.59,55
9.ª, Julia Kowalska, 1 (POL - Polónia), 26.03,27
Desclassificada: Adrija Meškauskaitė, 1 (LTU - Lituânia).

Aleksandr Liakhovich e Anna Terlyukevich bisam títulos dos Campeonatos da Bielorrússia (p.coberta)

Anna Terlyukevich e Aleksandr Liakhovich nos 5.000 m em Mogilev.
Fotos: BFLA. Montagem: O Marchador
Depois dos títulos conquistados nos 10.000 metros do 1.º dia (21/2) dos Campeonatos da Bielorrússia de Pista Coberta em Mogilev, Aleksandr Liakhovich e Anna Terlyukevich obtêm novas vitórias e títulos nacionais agora nos 5.000 metros do programa do 2.º dia (22/2), com recordes pessoais de 19.02,08 e 20.55,80 respetivamente.

As segunda e terceira posições foram conseguidas, nos masculinos, por Nikita Koliada, de 19 anos de idade, com 19.13,29, e Anatoliy Gomelev, 19.26,42, e nos femininos, em chegada apertada, por Darya Paluektava, com 21.05,83, e Viktorya Rashchupkina, com 21.06,92.

A marcha atlética bielorrussa liderada por Viktor Ginko está a fornecer excelentes indicações neste início de temporada que terá como ponto alto, no próximo mês de maio, a realização em Minsk do Campeonato do Mundo de Nações da disciplina.

Colaboração: Kristina Saltanovic

Classificações (22/2)
5.000 m masculinos
1.º, Aleksandr Liakhovich, 1989 (Grodnenskaya), 19.02,08
2.º, Nikita Koliada, 2000 (Brestskaya), 19.13,29
3.º, Anatoliy Gomelev, 1996 (Vitebskaya), 19.26,42
4.º, Vladimir Kolesnik, 1992 (Brestskaya-Gomelskaya), 20.05,60
5.º, Dmitriy Lukyanchuk, 1997 (Brestskaya), 20.13,30
6.º, Dmitriy Diubin, 1990 (Minskaya-Vitebskaya), 20.23,44
7.º, Pavel Olhovik, 2000 (Brestskaya), 20.50,53
8.º, Aleksandr Sipchuk, 1999 (Brestskaya), 21.06,47
9.º, Vladimir Burundukov, 1990 (Brestskaya-Mogilevskaya), 21.13,02
10.º, Artem Gerashchenko, 1994 (Mogilevskaya), 21.48,88
11.º, Evgeniy Tiuev, 2002 (g.Minsk), 23.37,76
Desclassificado: Dmitriy Velichko, 1999 (Vitebskaya-Mogilevskaya).

5.000 m femininos
1.ª, Anna Terlyukevich, 1987 (Minskaya-Mogilevskaya), 20.55,80
2.ª, Darya Paluektava, 1993 (Grodnenskaya), 21.05,83
3.ª, Viktorya Rashchupkina, 1995 (Brestskaya), 21.06,92
4.ª, Anastasia Rarovskaya, 1996 (Grodnenskaya), 22.15,80
5.ª, Anastasia Rodkina, 1994 (Mogilevskaya), 22.21,98
6.ª, Natalia Molchanova, 1997 (Gomelskaya-Mogilevskaya), 22.37,69
7.ª, Dana Morozova, 2001 (Minskaya), 23.29,98
8.ª, Yana Zubkova, 2001 (Brestskaya-Minskaya), 24.06,46
9.ª, Olga Lukashevich, 2000 (Brestskaya), 24.49,66
10.ª, Ekaterina Gnedko, 1999 (Brestskaya), 25.08,60
Desistentes: Elena Savastenya, 2001 (g.Minsk) e Anastasia Yacevich, 1985 (Brestskaya-g.Minsk).

Recorde da Bielorrússia de 10.000 m femininos (p.cob.) no 1.º dia dos campeonatos em Mogilev

A liderança da marcha nos 10.000 m, com os vencedores, Anna
Terlyukevich e
 Aleksandr Liakhovich, ainda posicionados nos
terceiros lugares. Fotos: BFLA. Montagem: O Marchador
O primeiro dia dos Campeonatos de Atletismo em Pista Coberta da Bielorrússia (sexta-feira, 21/2) em Mogilev contemplou a distância dos 10.000 metros marcha para masculinos e femininos (50 voltas à pista), com um recorde nacional e marcas de grande valia.

Nos femininos, sagrou-se campeã nacional Anna Terlyukevich, representante de Minskaya-Mogilevskaya, com 43.33,16, marca que supera o velho recorde nacional de Yelena Ginko (43.54,63-2008). Viktorya Rashchupkina, de Brestskaya, com 43.49,97, também melhor que o anterior recorde nacional, e Darya Paluektava, de Grodnenskaya, com 44.03,97, completaram o pódio.

Nos masculinos, abaixo dos 40 minutos, entrou na meta na primeira posição Aleksandr Liakhovich, de Grodnenskaya, com 39.44,41, à frente do sub-23 Nikita Koliada, de Brestskaya, com 40.22,17, e Anatoliy Gomelev, de Vitebskaya, com 40.33,38.

Para o 2.º dia (22/2) dos campeonatos ficaram agendados os 5.000 metros marcha.

Colaboração: Kristina Saltanovic

Classificações (21/2)
10.000 m masculinos
1.º, Aleksandr Liakhovich, 1989 (Grodnenskaya), 39.44,41
2.º, Nikita Koliada, 2000 (Brestskaya), 40.22,17
3.º, Anatoliy Gomelev, 1996 (Vitebskaya), 40.33,38
4.º, Dmitriy Diubin, 1990 (Minskaya-Vitebskaya), 41.25,79
5.º, Vladimir Kolesnik, 1992 (Brestskaya-Gomelskaya), 41.55,06
6.º, Dmitriy Lukyanchuk, 1997 (Brestskaya), 42.50,86
7.º, Pavel Olhovik, 2000 (Brestskaya), 43.31,22
8.º, Dmitriy Velichko, 1999 (Vitebskaya-Mogilevskaya), 45.13,89
9.º, Vladimir Burundukov, 1990 (Brestskaya-Mogilevskaya), 45.19,54
10.º, Artem Gerashchenko, 1994 (Mogilevskaya), 46.21,95
11.º, Evgeniy Tiuev, 2002 (g.Minsk), 49.32,74
Desclassificado: Aleksandr Sipchuk, 1999 (Brestskaya).

10.000 m femininos
1.ª, Anna Terlyukevich, 1987 (Minskaya-Mogilevskaya), 43.33,16
2.ª, Viktorya Rashchupkina, 1995 (Brestskaya), 43.49,97
3.ª, Darya Paluektava, 1993 (Grodnenskaya), 44.03,97
4.ª, Anastasia Yacevich, 1985 (Brestskaya-g.Minsk), 46.59,04
5.ª, Natalia Molchanova, 1997 (Gomelskaya-Mogilevskaya), 47.23,46
6.ª, Anastasia Rodkina, 1994 (Mogilevskaya), 47.52,16
7.ª, Valeria Komel, 1997 (Brestskaya-g.Minsk), 49.53,13
8.ª, Olga Lukashevich, 2000 (Brestskaya), 51.17,90
Desistente: Anastasia Rarovskaya, 1996 (Grodnenskaya).

terça-feira, 25 de fevereiro de 2020

VIRTUS - Campeonato do Mundo de Pista Coberta decorre em Torun, Polónia

Os marchadores Afonso Roll e Joana Campos Silva.
Fotos (arquivo): ANDDI Portugal
Montagem: O Marchador
Em Torun, Polónia, decorre até ao próximo dia 27 o Campeonato do Mundo de Atletismo em Pista Coberta para atletas com incapacidade intelectual, evento da responsabilidade da VIRTUS (World Intellectual Impairment Sport).

As provas de marcha constam do programa na distância de 3.000 metros para masculinos e femininos, cujo tiro de partida será dado amanhã (26) às 13 horas (hora local).

Joana Campos Silva, do Atlético Clube da Póvoa de Varzim, e Afonso Roll, da Escola do Movimento, integram a seleção nacional portuguesa, atletas que em 2019 participaram no campeonato continental em Istambul.

Os recordes do mundo estão na posse do português Pedro Isidro, com 11.49,83 (Reims-2014) e da russa Alina Khokhlova, com 14.44,21(Istanbul-2019). Relativamente aos recordes dos campeonatos, Isidro detém a referida marca enquanto Khokhlova apresenta 14.59,19 (Val-de-Reuil-2018).

Nicola Lomuscio, ascenção de um jovem marchador italiano

Nicola Lomuscio, recordista de Itália sub-18 nos 5.000 m.
Fotos: FIDAL MUTI/FIDAL e ANDRIAVIVA
Montagem: O Marchador
Merece destaque especial no blogue «O Marchador» a queda do recorde de Itália de sub-18 nos 5.000 metros marcha em pista coberta que durava há 35 anos e pertencia a Giovanni De Benedictis (20:57.92, Genova/2-2-1985).

O seu autor dá pelo nome de Nicola Lomuscio, tem apenas 16 anos (completa 17 em junho próximo), é treinado por Pino Tortora e representa o Amatori Atletica Acquaviva. Registou a marca de 20:54.38 no passado sábado (22/2) durante os Campeonatos de Itália Absolutos em Pista Coberta realizados em Ancona, onde foi quarto classificado.

Há uma semana (15/2) Lomuscio obtivera o título nacional de pista coberta da categoria na mesma distância, com 21:18.64, marca que então se posicionava no terceiro lugar da lista italiana de sempre, atrás de Benedictis e Michelli Dordoni. Chega agora ao topo dessa lista!

Já em janeiro conquistara outro título nacional de sub-18, em estrada, nos 10 km com 44:05 (Grosseto, 26/1).

Mais um talento da marcha atlética em Itália, a seguir!

Vaiciukevičiūtė e Žiūkas sagram-se campeões da Lituânia de pista coberta 2020

Marius Žiūkas e Živilė Vaiciukevičiūtė na pista coberta de Klaipeda.
Fotos: Alfred Pliadis/Lengvoji Atletika
Montagem: O Marchador
Živilė Vaiciukevičiūtė e Marius Žiūkas venceram as provas de marcha dos Campeonatos Nacionais de Atletismo em Pista Coberta (21-23/2), evento disputado em Klaipeda, cidade portuária da Lituânia no Mar Báltico.

Vaiciukevičiūtė, que dominou por completo os 3.000 metros, obteve a marca de 12.32,65, numa «segunda» chegada à meta já que a prova foi marcada por erro dos juízes na contagem de voltas. Primeiro cortou a meta aos 2.800 metros, com cerca de 11:26, esteve vários segundos parada, e retomou a prova após indicação do seu treinador. A não acontecer esta inusitada situação, a atleta teria realizada a melhor marca mundial do ano, com cerca de 12:12! O pódio ficaria completo com Brigita Virbalytė Dimšienė, com 12.44,58, a campeã de 2019, e Monika Vaiciukevičiūtė, com 13.01,79.

Žiūkas, o favorito à vitória nos 5.000 metros, registou 19.19,55 mas teve de se aplicar nos últimos 1.000 metros de prova (3:43) para se desfazer da companhia de Artur Mastianica, um especialista de 50 km que comandou entre os 2.000 e 4.000 metros para terminar com um recorde pessoal de 19.30,13. Tadas Šuškevičius fechou o pódio dos campeonatos, com 21.02,98. Uma nota para o registo extra-competição do letão Normunds Ivzans, com 21.48,07 aos 48 anos de idade, quarto classificado da geral.

Classificações
3.000 m femininos
1.ª, Živilė Vaiciukevičiūtė, 1996 (Švenčionys - PSĖK), 12.32,65
2.ª, Brigita Virbalytė Dimšienė, 1985 (Vilnius - COSMA), 12.44,58
3.ª, Monika Vaiciukevičiūtė, 1996 (Klaipėda, Švenčionys - PSĖK), 13.01,79
4.ª, Adrija Meškauskaitė, 2001 (Švenčionys - PSĖK), 14.14,65
5.ª, Austėja Kavaliauskaitė, 2000 (Kėdainiai, Vilnius), 14.42,80
6.ª, Nora Meškauskaitė, 2004 (Švenčionys - PSĖK), 14.57,71
7.ª, Aušrinė Kuzmickaitė, 1998 (Kaunas - Vėjas), 15.30,11
8.ª, Toma Dailidonytė, 2003 (Kėdainiai, Vilnius), 16.01,45
9.ª, Alita Masionytė, 2004 (Jonava - Einius), 16.34,37
10.ª, Gabrielė Lukošiūtė, 2004 (Kėdainiai, Šiauliai ind.), 16.41,71
11.ª, Urtė Gudzikaitė, 2002 (Kėdainiai, Vilnius), 16.43,09
12.ª, Miglė Damynaitė, 2002 (Prienai - Einius), 17.52,30

5.000 m masculinos
1.º, Marius Žiūkas, 1985 (Vilnius, Jonava - Einius), 19.19,55
2.º, Artur Mastianica, 1992 (Švenčionys - PSĖK), 19.30,13
3.º, Tadas Šuškevičius, 1985 (Vilnius - Einius), 21.02,98
4.º, Paulius Juozaitis, 2000 (Birštonas - A.Mikėno ĖK), 22.36,26
5.º, Deividas Balevičius, 1999 (Švenčionys - PSĖK), 24.25,28
6.º, Deimantas Kukis, 1998 (Švenčionys - PSĖK), 24.41,36
7.º, Martynas Beperščius, 2004 (Švenčionys - PSĖK), 25.33,34
Extra-campeonato: Normunds Ivzans, 1971 (LAT - Letónia), 21.48,07 e Raivo Lininš, 2003 (LAT - Letónia), 23.06,67.

segunda-feira, 24 de fevereiro de 2020

Bosworth bate recorde indoor da Grã-Bretanha de 5.000 m (18:20.97)

Tom Bosworth e o novo recorde nacional indoor em Glasgow.
Fotos: James_Athletics e British Athletics
Montagem: O Marchador
Tom Bosworth esteve em particular evidência em Glasgow (23/2) nos Campeonatos Britânicos de Atletismo em Pista Coberta em Glasgow ao bater o seu próprio recorde nacional de 5.000 m marcha, colocando-o em 18:20.97 (antes, 18:28.70 em Birmingham-2018), assumindo a liderança da lista mundial do corrente ano na referida distância.

Acumulando o seu sexto título nacional consecutivo em pista coberta, Bosworth registou parciais em cada 1.000 metros de 3:44.03, 3:40.54, 3:40.00 (11:04.57 aos 3.000 m), 3:42.01, para finalizar em 3:34.39.

Numa prova com 5 atletas masculinos, os lugares imediatos foram ocupados, a larga distância, por Tom Partington, com 22:17.26, e Luc Legon, com 23:00.52, ambos recordes pessoais.

Nos femininos, prova também sobre 5.000 metros e que foi disputada em conjunto com os masculinos (mista), Abigail Jennings, de 19 anos de idade, obteve seu primeiro título britânico com um recorde pessoal de 25:28.46, completando o lote de participantes (2), Pagen Spooner, atleta da categoria sub-20, com 27:42.05.

Classificações (provas mistas)
5.000 m masculinos
1.º, Tom Bosworth, 30 anos (Tonbridge), 18:20.97
2.º, Tom Partington, 20 anos (Manx), 22:17.26
3.º, Luc Legon, 22 anos (Bexley), 23:00.52
4.º, Matthew Crane, 17 anos (Bexley), 24:59.61
Desclassificado: Adam Cowin, 25 anos (Manx).

5.000 m femininos
1.ª, Abigail Jennings, 19 anos (AFD Ac), 25:28.46
2.ª, Pagen Spooner, 18 anos (Hyde), 27:42.05

Francesco Fortunato e Valentina Trapletti conquistam títulos italianos de pista coberta

Francesco Fortunato e Valentina Trapletti.
Fotos: FIDAL COLOMBO/FIDAL
Montagem: O Marchador
Tiveram lugar este fim-de-semana na cidade de Ancona os 50.os campeonatos italianos de pista coberta com a realização das provas de marcha nas habituais distâncias de 5.000 metros masculinos e de 3.000 metros femininos, sendo notadas algumas ausências de especialistas transalpinos de topo.

Na prova masculina, que contou com a participação de 8 atletas, sagrou-se campeão pelo terceiro ano consecutivo Francesco Fortunato, com o tempo de 18:50.22 (passagens: 1.000m:3.53.2; 2.000m: 7.42.3; 3.000m:11.29.5; 4.000m:15.13.0) e uma vantagem muito considerável para o segundo classificado, Leonardo Dei Tos que fez 19:44.62. O terceiro lugar do pódio foi ocupado por Aldo Andrei, com 20:46.90.

De notar, ainda na prova masculina, a façanha do jovem Nicola Lomuscio, de apenas 16 anos, que estabeleceu um novo recorde de Itália na categoria Sub-18 ao ser quarto classificado com a marca de 20:54.38 que durava há já longos 35 anos e pertencia a Giovanni De Benedictis desde 1985 quando fixou o recorde, agora batido, em 20:57.92.

Na prova feminina (8 atletas), Valentina Trapletti confirmou os prognósticos que a apontavam como clara favorita, verificadas as ausências de Giorgio e Palmisano, esta campeã em 2018 e 2019, triunfando com o tempo de 12:53.61 (aos 1.000m em 4.23.3 e aos 2.000m em 8.39.5). Na segunda posição do pódio absoluto italiano classificou-se Lidia Barcella, com 13:40.13, e na terceira posição Ilaria Camilla, com 14:02.90.

Os recordes nacionais italianos na vertente indoor estão na posse de Ivano Brugnetti, nos 5.000 metros masculinos, com a marca de 18:08.86 (2007) e de Eleonora Anna Giorgi, nos 3.000 metros femininos, com 11:50.08 (2014).

Classificações
5.000 m masculinos
1.º, Francesco Fortunato, 1994 (G.A. Fiamme Gialle), 18:50.22
2.º, Leonardo Dei Tos, 1992 (Athletic Club 96 Alperia), 19:44.62
3.º, Aldo Andrei, 2001 (G.S. Valsugana Trentino), 20:46.90
4.º, Nicola Lomuscio, 2003 (Amatori Atl. Acquaviva), 20:54.38
Extra-campeonato: Jose Manuel Perez Rubio, 1999 (Juventud Guadix), 20:46.08
Desclassificados: Andrea Cosi, 2001 (Atletica Firenze Marathon S.S.), Niccolo Coppini, 1997 (Atletica Firenze Marathon S.S.) e Ettore Grillo, 1997 (Atletica Firenze Marathon S.S.).

3.000 m femininos
1.ª, Valentina Trapletti, 1985 (C.S. Esercito/Bracco Atletica), 12:53.61
2.ª, Lidia Barcella, 1997 (Bracco Atletica), 13:40.13
3.ª, Ilaria Camilla Galli, 1987 (Atletica Firenze Marathon S.S.), 14:02.90
4.ª, Sara Vitiello, 1996 (G.S.Self Atl. Montanari Gruzza), 14:07.06
5.ª, Martina Ansaldi, 1996 (Atl. Brescia 1950 Ispa Group), 14:10.45
6.ª, Camilla Crivellaro, 2000 (C.U.S. Pro Patria Milano), 14:17.21
7.ª, Elisabetta Bray, 1998 (C.U.S. Torino), 14:29.23
8.ª, Sascia Grafeo, 1992 (Atl. Arcs Cus Perugia), 14:52.21

domingo, 23 de fevereiro de 2020

João Vieira e Vitória Oliveira triunfam na Final de Clubes (I div.) em pista coberta

João Vieira, Vitória Oliveira e Carolina Costa, e fase inicial da prova
feminina. Imagens: NMT-TV/FPA e Fotos António Sousa
Montagem: O Marchador
Sem surpresa, João Vieira, do Sporting Clube de Portugal, e Vitória Oliveira, do Sporting Clube de Braga, chamaram a si os triunfos individuais nas provas de marcha ontem (22/2) disputadas em Braga, por ocasião dos Campeonatos Nacionais de Clubes de Pista Coberta.

Na prova masculina, sobre 5.000 metros, João Vieira registou 20:40.53, o suficiente para levar de vencida os seus mais diretos adversários, na circunstância Miguel Rodrigues, do SL Benfica, que obteve 21:01.80, e Rui Coelho, cronometrado em 21:06.04.

Na prova feminina, sobre 3.000 metros, Vitória Oliveira, na liderança do princípio ao fim, obteve um novo recorde pessoal, agora na casa dos 12 minutos, com 12:57.44, consolidando o 9.º lugar que já ocupava nas listas de sempre na distância. Na segunda posição, também com recorde pessoal, entrou Carolina Costa, do Sporting CP, com 13:05.85, e na terceira, Kristina Saltanovic, da J Vidigalense, com 14:00.40.

Classificações
5.000 m masculinos
1.º, João Vieira (SCP), 20:40.53
2.º, Miguel Rodrigues (SLB), 21:01.80
3.º, Rui Coelho (CAS), 21:06.04
4.º, Pedro Santos (JV), 22:54.45
5.º, Diogo Peixoto (MAC), 23:07.99
6.º, Diogo E. Fernandes (AJS), 23:19.15
7.º, António Pereira (SCB), 23:52.96
8.º, Jaime Santos (GRECAS), 24:22.87

3.000 m femininos
1.ª, Vitória Oliveira (SCB), 12:57.44
2.ª, Carolina Costa (SCP), 13:05.85
3.ª, Kristina Saltanovic (JV), 14:00.40
4.ª, Adriana Viveiros (ADRAP), 14:24.01
5.ª, Nádia Cancela (GRECAS), 14:34.19
6.ª, Andreia Freitas (AJS), 15:27.61
7.ª, Ana Leonor (GAF), 18:03.05
8.ª, Joana Silva (ACPV), 18:57.37

Sérgio Vieira e Sandra Silva vencem marcha na II divisão (pista cob.)

Sandra Silva e o início da prova masculina, com Sérgio Vieira
e Pedro Martins. Imagens: FPA e Fotos António Sousa
Montagem: O Marchador
Os representantes da Associação 20 km de Almeirim, Sérgio Vieira, e do Clube de Futebol de Oliveira do Douro, Sandra Silva, venceram confortavelmente as provas de marcha no programa do primeiro dia dos Campeonatos Nacionais de Clubes - 2.ª Divisão em Pista Coberta (Braga, 22/2).

Sérgio Vieira registou 22:40.71 nos 5.000 metros, sendo seguido por Pedro Martins, da ACR Senhora do Desterro, com 23:56.49, e, após apertada chegada, José Silva, do NA Cucujães, com 24:04.70.

Sandra Silva foi cronometrada em 14:55.73, sendo segunda e terceira classificadas Alexandra Lamas, da ACR Senhora do Desterro, e Ana Cruz, do Maia AC, com 15:51.01 e 16:39.25 respetivamente.

Classificações
5.000 m masculinos
1.º, Sérgio Vieira (A20KM), 22:40.71
2.º, Pedro Martins (ACRSD), 23:56.49
3.º, José Silva (NAC), 24:04.70
4.º, João Olim (ADRAP), 24:05.40
5.º, Paulo Cunha (CCSJM), 24:20.26
6.º, João Vieira (CPTSC), 25:14.06
7.º, Sidney Santos (CBF), 26:37.82
8.º, André Miranda (ACPV), 26:42.16

3.000 m femininos
1.ª, Sandra Silva (CFOD), 14:55.73
2.ª, Alexandra Lamas (ACRSD), 15:51.01
3.ª, Ana Cruz (MAC), 16:39.25
4.ª, Juliana Galvão (ACDAV), 18:23.73
5.ª, Lídia Pereira (GRE-AA), 19:39.76
6.ª, Maria Rito (GCAD), 21:34.69
Desclassificadas: Filipa Godinho (CBF) e Eva Tolda (UFCT).

1.º G. Prémio de Marcha de 2020 em Youngsfield, África do Sul (resultados)

A partida dos 20 km em Youngsfield, RSA.
Foto: fb Anel Oosthuizen. Montagem: O Marchador
A Western Province Athletics realizou, em condições muito ventosas, o 1.º Grande Prémio de Marcha para 2020 no sábado (15/2) num circuito de 2 km instalado na Base Militar de Youngsfield, na Cidade do Cabo, África do Sul.

Nas principais provas de 20 km, sagraram-se vencedores, nos masculinos, Tuonisang Pule, de 23 anos, do TUT AC, com 1:29:04, e nos femininos, Anel Oosthuizen, de 24 anos, do Nedbank AC, com 1:38:21.

De entre as várias outras provas do programa, sob diferentes distâncias, referência para os 10 km absolutos, com os primeiros lugares a pertencerem a atletas de 18 anos de idade, nos masculinos, Bheki Mnyamara (TUKS AC, 49:18), e nos femininos, Marissa Swanepoel (Waterkloof AC., 52:13).

Principais classificações
20 km masculinos
1.º, Tuonisang Pule, 1997 (TUT AC), 1:29:04
2.º, Mzwakhe Mawudla, 1994 (UJ AC), 1:33:10
3.º, Sizwe Ndebele, 1994 (Savanges AC), 1:34:11
4.º, Antonio Farmer, 2000 (NWU AC - Pukke), 1:34:41
5.º, Wentsley Merkuuv, 2000 (UWC AC), 1:44:26
6.º, Mthunzi Mnisi, 1988 (Holwood AC), 1:49:57
7.º, Gideon Cillie, 1977 (Bellville AC), 1:52:27
8.º, Mtetho Williams, 1987 (Langa AC), 2:12:07
9.º, Sandisa Lindami, 1986 (SANDF AC), 2:29:59

20 km femininos
1.ª, Anel Oosthuizen, 1995 (Nedbank AC), 1:38:21
2.ª, Zelda Schultz, 1992 (Murray & Roberts AC), 1:41:39
3.ª, Jessica Groenewald, 1992 (Nedbank AC), 1:48:18
4.ª, Annette Koen, 1999 (NWU AC - Pukke), 1:52:28
5.ª, Nthatisi Mokhele, 1993 (Run Walk 4 Life), 1:56:46
6.ª, Frieda Blighaut, 1950 (Sanlam AC), 2:25:01

Resultados completos, aqui.